PSD Madeira: deputada julgada por fraude integra lista de Albuquerque à Comissão Política

28 fev, 10:35

Patrícia Dantas está acusada de um crime de fraude na obtenção de subsídio, num valor estimado de 10 milhões de euros

Enquanto não tem um adversário formal, o que só acontecerá esta quinta-feira, depois de a equipa de Manuel António Correia oficializar a candidatura à liderança do partido - como a CNN Portugal noticiou em primeira mão -, Miguel Albuquerque e a direção do PSD Madeira começam a anunciar os apoios àquela que é a candidatura da continuidade.

De acordo com o Jornal da Madeira, a lista de Albuquerque à Comissão Política surge de cara lavada, com sete novos nomes. Ainda assim, todos com experiência política acumulada quer a nível regional, quer no continente.

Uma das estreantes é Patrícia Dantas, eleita pelo PSD Madeira à Assembleia da República e envolvida num processo judicial, já em fase de julgamento, onde está acusada de um crime de fraude na obtenção de subsídio, num valor estimado de 10 milhões de euros, integrado no megaprocesso relacionado com a já extinta Associação Industrial do Minho. Trata-se da mesma parlamentar que, no ano passado, esteve no centro da polémica sobre o Modelo de Suspensão Intermitente, aprovado no Parlamento, permitindo que a deputada madeirense suspendesse o mandato de cada vez que tinha de estar presente em tribunal, o que, à data, ultrapassou as 90 ocorrências.

Esse modelo de interrupção de mandato, aprovado na Comissão da Transparência, permitiu a Patrícia Dantas não abdicar da sua condição de parlamentar, enquanto decorria o processo, ao contrário do que aconteceu por exemplo com o seu colega de bancada, Pinto Moreira, que suspendeu o mandato após ser constituído arguido por suspeitas de corrupção.

Agora, e já depois de ser pronunciada para julgamento em fase de instrução, aceitou o desafio proposto pelo presidente demissionário do Governo Regional, para fazer parte da sua cúpula política na disputa interna contra Manuel António Correia.

Para além de Patrícia Dantas, a lista de Albuquerque conta com mais 17 nomes, entre autarcas e outros rostos do partido, ligados ao movimento associativo madeirense.

Relacionados

Partidos

Mais Partidos

Mais Lidas

Patrocinados