"Cãominhada" do PAN arranca com pedidos de apoios para os animais e aposta na ferrovia

Agência Lusa
25 fev, 17:49
Inês Sousa Real

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN, defende mais apoios às famílias com animais de estimação e a criação de uma rede de hospitais público veterinários.

A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, arrancou este domingo a campanha oficial numa ‘cãominhada’ no Parque das Nações, em Lisboa, defendendo mais apoios às famílias que têm animais de estimação e a aposta na ferrovia.

“Como o PAN tem defendido, nós precisamos de mais políticas públicas que permitam ajudar as famílias que têm animais, mas também as associações, nomeadamente reduzindo o IVA das rações e dos cuidados médico veterinários dos 23% para os 6%”, afirmou Inês Sousa Real.

A líder do PAN, que falava aos jornalistas à porta da Estação do Oriente, ponto de partida de uma ‘cãominhada’, considerou também como “prioritário” a criação de uma rede de hospitais público veterinários e de um 112 animal que permita o “resgate célere de animais que estejam em risco, em parceria com os bombeiros”.

Aproveitando o facto de estar junto a um dos mais importantes interfaces de transporte do país, Inês Sousa Real reforçou a ideia de que é necessário “criar um passe nacional único, gratuito, até 2028”, de forma a garantir “maior coesão territorial” e o “combate às alterações climáticas”.

“Portugal tem tido um atraso estrutural no desenvolvimento da ferrovia. Temos ouvido falar muito [o social-democrata] Luís Montenegro e [o socialista] Pedro Nuno Santos sobre o aeroporto, mas eles têm deixado para trás, efetivamente, um dos grandes desafios do país, que é garantir que a nível urbano e a nível regional temos transportes acessíveis para a população”, sublinhou.

Questionada sobre a expectativa que tem para estas eleições legislativas antecipadas, Inês Sousa Real disse que o “ideal é voltar a contar com quatro eleitos na Assembleia da República”, mostrando-se satisfeita com o trabalho que o partido tem feito.

“Temos sido o partido da oposição que mais medidas fizemos aprovar e, por isso mesmo, eu apelo a todas as pessoas, aos ativistas que ajudaram a fundar este partido, às pessoas que têm animais de companhia, que estão nas associações, que nos deem mais força e um grupo parlamentar, para que possamos continuar a fazer os avanços que até aqui temos”, apelou.

Inicialmente, previa-se que a ‘cãominhada’ desta tarde no Parque das Nações tivesse um percurso mais logo, mas acabou por ser encurtada devido às condições meteorológicas.

Durante o percurso, feito maioritariamente junto ao rio Tejo, Inês Sousa Real, que se fez acompanhar por alguns militantes do Pessoas–Animais–Natureza, contactou transeuntes e distribuiu ‘flyers’ com as principais medidas do partido.

Portugal vai ter eleições legislativas antecipadas em 10 de março, marcadas pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na sequência da demissão do primeiro-ministro, António Costa, em 07 de novembro, alvo de uma investigação do Ministério Público no Supremo Tribunal de Justiça.

Relacionados

Decisão 24

Mais Decisão 24

Mais Lidas

Patrocinados