ONU alerta Estados-membros para ciberataque que se fazia passar por António Guterres

Agência Lusa , FMC
26 mai, 19:23
António Guterres

O secretariado das Nações Unidas indica que vários funcionários diplomáticos "receberam mensagens não solicitadas alegando ser do secretário-geral"

O Secretariado das Nações Unidas alertou esta semana, por carta, os 193 países membros da Organização para mensagens supostamente enviadas pelo secretário-geral, António Guterres, no contexto de um ciberataque.

Referindo-se a "uma série de incidentes de segurança da informação", esta carta datada de terça-feira e obtida esta quinta-feria pela agência France-Presse (AFP) indica que vários funcionários diplomáticos "receberam mensagens não solicitadas alegando ser do secretário-geral".

Essas mensagens informavam o destinatário que António Guterres estaria a tentar contactá-lo através do seu "número pessoal".

O número em questão não está vinculado às Nações Unidas e o secretariado não está na origem das mensagens, indica a carta, lembrando que as comunicações do secretário-geral com os estados-membros seguem um protocolo - que não foi especificado.

O Secretariado pede ainda que a autenticidade das solicitações seja sempre verificada.

O secretariado das Nações Unidas especificou ainda na sua missiva que as mensagens fraudulentas identificadas foram transmitidas a partir de números de telefone norte-americanos e que as autoridades norte-americanas foram informadas sobre o ocorrido.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados