Ator de "Dança com Lobos" acusado de abuso sexual no Nevada

Agência Lusa , AM
7 fev, 06:20
Nathan Chasing Horse (Associated Press)

Nathan Chasing Horse é acusado de oito crimes, incluindo tráfico sexual, agressão sexual contra uma criança com menos de 16 anos e abuso infantil, de acordo com a queixa-crime

O ex-ator Nathan Chasing Horse do filme "Dança com Lobos" (1990) foi formalmente acusado, no estado americano do Nevada, de abusar sexualmente de meninas e mulheres indígenas, durante duas décadas, crimes que começaram em 2012.

Nathan Chasing Horse, que aos 15 anos representou em 'Danças com Lobos' o papel de um jovem sioux, aos 46 anos foi formalmente acusado, na manhã de segunda-feira, durante uma breve aparição num tribunal do norte de Las Vegas, onde amigos e parentes esperavam vê-lo libertado sob fiança.

Um juiz adiou a audiência sob o argumento de que o seu estatuto de custódia até quarta-feira permitia a Chasing Horse encontrar um novo advogado.

A lei de Nevada exige a apresentação de evidências que justifiquem o réu permanecer sob custódia. A promotora distrital do condado de Clark, Jessica Walsh, disse na semana passada esperar testemunhos de detetives da polícia de Las Vegas, agentes especiais do FBI e vítimas.

Enquanto isso, Chasing Horse está detido sem fiança numa prisão no centro de Las Vegas, sob custódia desde a sua prisão em 31 de janeiro, perto da casa que divide no norte de Las Vegas com as suas cinco esposas.

Nathan Chasing Horse é acusado de oito crimes, incluindo tráfico sexual, agressão sexual contra uma criança com menos de 16 anos e abuso infantil, de acordo com a queixa-crime.

Os promotores também apresentaram, na segunda-feira, uma acusação adicional baseadas, segundo os detetives, em vídeos salvos num telefone que mostram agressões sexuais a um menor.

Chasing Horse interpretou o papel do membro da tribo 'Sioux Smiles a Lot' no filme vencedor do Óscar de Kevin Costner em 1990.

Desde então, construiu uma reputação entre as tribos dos Estados Unidos e do Canadá como um “curandeiro”.

Chasing Horse, segundo a polícia, abusou dessa posição e teve esposas menores de idade ao longo de duas décadas em vários estados, incluindo Dakota do Sul, Montana e Nevada, onde viveu cerca de uma década. Em 2015, também foi banido da Reserva Fort Peck em Poplar, Montana, após acusações semelhantes.

Os detetives descreveram Chasing Horse, num mandado de busca com 50 páginas, como o líder de um culto conhecido como 'The Circle', cujos seguidores acreditavam que podia comunicar com poderes superiores.

Um relatório sobre a prisão de Chasing Horse mostra que, pelo menos, seis vítimas já estão identificadas, incluindo uma que tinha 13 anos quando disse ter sido abusada e outra que contou ter sido oferecida ao ex-ator como “presente” quando tinha 15 anos.

Artes

Mais Artes

Patrocinados