Mundial 2030: «Portugal tem a esperança de receber uma meia-final»

19 mar, 19:13
Estádio da Luz, Lisboa (Getty)

Ainda não se sabe como vão ser distribuídos os 104 jogos da fase final

Ainda não se sabe como vão ser distribuídos os 104 jogos do Mundial 2030, mas Portugal, que está fora da corrida para receber a final, está empenhado em receber, pelo menos, uma das meias-finais.

Num ano que se vai comemorar os cem anos sobre o primeiro Mundial, realizado no Uruguai, em 1930, já se sabe que os três primeiros jogos vão realizar-se no Uruguai, Paraguai e Argentina. Os restantes 101 jogos serão divididos entre os três países organizadores, mas ainda não qualquer estimativa sobre a forma como vão ser distribuídos.

Portugal sabe, à partida, que está fora da corrida para receber a final da competição, uma vez que não tem um estádio com mais de oitenta mil espectadores, mas António Laranjo, coordenador da candidatura tripartida, não

«Gostava de poder dar essa resposta. Vamos ter 101 jogos em Portugal, Marrocos e Espanha. A definição do tipo de jogos não é ainda a nossa preocupação. Ainda não temos essa informação, teremos de ponderar com a própria FIFA, não nos cabe só a nós. Depende muito dos estádios que irão ser selecionados», começou por explicar António Laranjo.

Caberá à FIFA distribuir os jogos pelos três países, mas Portugal é candidato a receber uma das meias-finais. «Essa pergunta tenho de relacionar com a definição de onde será final. A final exige um estádio com capacidade para 80 mil espectadores, Portugal não tem esse estádio, o que significa que Portugal não é candidato a receber a final. Temo sim é uma esperança muito grande de receber uma meia-final. O país que receber a final, deixará para os outos dois receber uma meia-final», acrescentou.

Espanha é a mais forte candidata a receber a final, como o renovado Estádio Santiago Bernabéu, mas Marrocos também quer receber o último jogo, num megaestádio novo que está a construir em Casablanca, com capacidade para mais de cem mil adeptos.

«O Bernabéu é um dos estádios que já visitámos por mais do que uma vez. Temos acompanhado a evolução. É um magnífico estádio, tem capacidade que está a ser indicada pelo próprio Real Madrid. É um dos estádios que será apontado para acolher uma final e terá a possibilidade de receber vários jogos», referiu ainda o coordenador.

António Laranjo referiu ainda que haverá tempo, nos próximos anos, para definir a distribuição dos 104 jogos previstos para o Mundial 2030. «Só muito recentemente soubemos onde irá ser a final e os restantes jogos do Mundial 2026 que ser realiza dentro de dois anos. Até 2030 teremos tempo. Portugal tem a expetativa de receber uma meia-final», insistiu.

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Mais Lidas

Patrocinados