Moldova entrega à União Europeia segunda parte do questionário de adesão

Agência Lusa
12 mai, 21:03
Primeira-ministra Moldova (	Sean Gallup/ Getty)

A primeira-ministra moldova afirmou que "o futuro da Moldova está na UE"

A Moldova entregou esta quinta-feira a segunda parte do questionário de adesão à União Europeia (UE), informou a primeira-ministra moldova, Natalia Gavrilita.

“Hoje (quinta-feira) entreguei ao embaixador (da UE na Moldova), Janis Mazeiks, a segunda parte do questionário de adesão à União Europeia: 33 capítulos em sete volumes e mais de 2.800 páginas de trabalho coletivo”, escreveu na sua conta do Twitter.

Gavrilita agradeceu a todos os que contribuíram para a preparação deste documento, um coletivo que qualificou “maravilhoso e dedicado”. “O futuro da Moldova está na UE”, acrescentou.

A Moldova solicitou a integração na UE a 3 de março passado, dias após o início da campanha militar russa na vizinha Ucrânia e pouco mais de um mês depois, a 22 de abril, entregou a primeira parte do questionário de adesão.

Este pequeno país e ex-república soviética, situado entre a Ucrânia e a Roménia, declarou o estado de emergência a 24 de fevereiro passado, no mesmo dia em que as tropas russas invadiram o território ucraniano.

A medida, segundo explicou a Presidente do país, Maia Sandu, foi adotada com o objetivo de preparar o país para o fluxo de refugiados provenientes da vizinha Ucrânia.

A comissária europeia dos Assuntos internos, Ylva Johansson, felicitou esta quinta-feira a Moldova pela sua gestão da crise migratória.

A comissária assinalou que mais de 400 mil refugiados ucranianos chegaram à Moldova e cerca de cem mil ainda permanecem no país, com uma população de cerca de 2,4 milhões de habitantes.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados