Jogos Olímpicos: não há plano B para a cerimónia de abertura

4 dez 2023, 16:01
Paris 2024 (Reuters)

Ministra francesa dos Desportos garante segurança, apesar do aumento do terrorismona capital francesa

Amélie Oudéa-Castéra, ministra francesa dos Desportos, informou esta segunda-feira que não é «uma hipótese» alterar o local da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Paris 2024, que se irá realizar no rio Sena.

«Não temos um plano B. Temos um plano A, no qual há vários planos B», confirmou a ministra à rádio France Inter.

Estas declarações surgem após diversos pedidos para alteração do local da cerimónia, devido à ocorrência de um ataque terrorista em Paris, este sábado, que resultou na morte de um turista e ferimento de duas outras pessoas.

A cerimónia de abertura será no dia 26 de julho, entre as pontes de Austerlitz e de Iéna, onde milhares de atletas vão desfilar em barcos pelo rio Sena. Será algo inédito, uma vez que o arranque dos Jogos Olímpicos nunca aconteceu fora de um estádio, obrigando às autoridades francesas a mobilização de cerca de 45 mil agentes.

«Na cerimónia de abertura, teremos incontestavelmente um desafio de segurança muito particular, sabemo-lo desde o primeiro dia […] Mas temos capacidade de garantir a segurança da zona», referiu a ministra.

Os Jogos Olímpicos Paris 2024 irão decorrer entre 26 de julho e 11 de agosto, seguidos pelos Jogos Paralímpicos, de 28 de agosto a 8 de setembro.

Patrocinados