VÍDEO: Benfica escorrega em Guimarães e FC Porto vira resultado em Portimão

20 jan, 17:58
Basquetebol FC Porto (FOTO: FPB)

Cornelius Hudson travou as águias, com nova exibição de luxo. No Algarve, o FC Porto reforçou a liderança

O Benfica foi surpreendido em Guimarães, na tarde deste sábado, diante um Vitória dominante e eficaz, em encontro da 13.ª jornada da fase regular. A quarta derrota das águias na Liga foi a mais pesada em competições internas (91-71). Sem Ivan Almeida, e apenas com cinco atletas a pontuar, a turma de Norberto Alves foi incapaz de neutralizar o ímpeto ofensivo dos «conquistadores», que venceram todos os quartos (19-18, 22-15, 22-14, 28-24).

O resultado explica-se, em parte, pelos números coletivos, uma vez que os vimaranenses registaram 47 ressaltos, nove roubos de bola e 20 pontos desde o banco.

Em evidência esteve, uma vez mais, o extremo / poste Cornelius Hudson. O norte-americano somou 32 pontos, 11 ressaltos, três assistências, quatro roubos de bola e ainda um desarme.

 

Entre os encarnados, Broussard, com 28 pontos, e Terrell Carter, com 22 pontos, são as únicas notas positivas de uma tarde de profunda desinspiração. Aliás, importa sublinhar, o Benfica concretizou apenas três triplos, em 25 tentativas.

Vamos a contas. O Benfica iguala, provisoriamente, o Sporting no segundo lugar, com 22 pontos. Quanto ao Vitória, os «conquistadores» somam 20 pontos e estacionam, para já, no quarto lugar do campeonato.

FC Porto e Imortal vencem com reviravoltas

Entretanto, em Portimão, o FC Porto venceu ao sabor da «remontada» aplicada na segunda parte, depois de parciais de 22-8 e 20-21 a favor dos algarvios. Os pupilos de Fernando Sá surgiram rejuvenescidos – e acordados – no regresso dos balneários, conquistando quartos de 11-21 e 20-31. Ao soar da derradeira buzina, os dragões confirmaram o triunfo de 73-81.

As prestações de Barber, com 24 pontos, e de Melvin, com 17 pontos, foram determinantes para o desfecho do encontro. Aliás, foram as individualidades que garantiram o triunfo dos dragões, uma vez que o conjunto de Portimão foi mais eficaz em zona de triplo e liderou nos ressaltos (44) e assistências (15).

Assim, o FC Porto segue líder do campeonato, com 25 pontos, mais três em relação ao Benfica e ao Sporting, que joga no final da tarde deste sábado frente à Ovarense. Por sua vez, o Portimonense cai da zona de play-offs, ocupando o nono lugar, com 18 pontos. Em todo o caso, os algarvios estão igualados com o Desp. Póvoa, oitavos classificados.

Os poveiros caíram, em casa, apenas no prolongamento, diante do Imortal, que continua a escalar a tabela. Os algarvios recuperaram da desvantagem ao intervalo, depois de parciais de 22-16 e 22-19, e forçaram o prolongamento (20-27 e 17-19). No tempo extra, os forasteiros levaram a melhor, em cima da última buzina, numa altura em que o cansaço e a impaciência dominavam o duelo (5-7). O apito fixou o 86-88 final.

 

O poste norte-americano Trevond Barnes foi o atleta mais valorizado, à boleia dos 15 pontos e 11 ressaltos.

O Imortal avançou, provisoriamente, para o sexto lugar, com 19 pontos.

A 13.ª jornada da fase regular fica completa com a receção da Oliveirense ao Esgueira, na noite deste sábado. Antes, o Sporting recebe a Ovarense e os madeirenses da Galomar visitamos açorianos do Lusitânia.

Relacionados

Patrocinados