“Não temos esse problema": Pedro Nuno Santos garante que TAP tem pilotos para garantir voos

Agência Lusa , BCE
22 abr, 21:52

O ministro frisou que “a TAP está a passar por um momento muito conturbado da sua vida, da sua história, talvez o maior de sempre”

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, garantiu esta sexta-feira, em Melgaço que não há falta de pilotos na TAP, rejeitando esse motivo para o cancelamento de voos durante a Páscoa. 

“Não temos esse problema [falta de pilotos] e, se ele vier a existir, se houver necessidade, a TAP, rapidamente, consegue colmatá-lo”, afirmou o governante.

Questionado pela agência Lusa, com a posição assumida, na segunda-feira, pelo Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) que foram cancelados 30 voos da TAP na Páscoa, “muitos relacionados com inexistência de pilotos disponíveis”, o governante desmentiu aquela razão, tal como já o tinha feito a transportadora aérea nacional.

“Os voos não foram cancelados por falta de pilotos. Houve um conjunto vasto de razões, mas a razão para o cancelamento de alguns voos não teve a ver com a razão que foi apontada”, disse sem especificar os motivos.

Pedro Nuno Santos frisou que “a TAP está a passar por um momento muito conturbado da sua vida, da sua história, talvez o maior de sempre”.

A companhia, enfatizou, “está num processo de recuperação, de reestruturação, cumprindo um plano muito exigente”, que “está a conseguir cumprir e está a cumprir superando as metas que estavam acordadas com a Comissão Europeia”.

“Esse é o aspeto mais positivo a que nos temos de agarrar. Temos um plano de reestruturação que tem uma meta para atingir um resultado operacional equilibrado e o lucro. Se a TAP continuar no caminho que está a fazer vai conseguir atingir. Isso é o mais importante. Conseguirmos ter uma empresa que seja viável e continue a servir a economia portuguesa”, sustentou.

O ministro das Infraestruturas encerrou a conferência "Desafios da Cooperação Transfronteiriça, Conectividade e Acessibilidade Territorial: Qual o posicionamento do território do Alto Minho?” que decorreu esta sexta-feira na Escola Superior de Desporto e Lazer (ESDL) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, numa iniciativa da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados