Treinador rival critica Jesus: «Ele poderia ajudar-nos na UEFA»

18 jul 2019, 13:44
Jesus empata na estreia (foto: Alexandre Vidal/CRF)

Tiago Nunes não esqueceu as críticas do português ao sintético do Atlético Paranaense

Além de ter sido eliminado da Taça do Brasil, Jorge Jesus teve de suportar as alfinetadas do treinador do Athletico Paranaense, Tiago Nunes. O técnico não esqueceu as críticas de Jesus ao sintético do Athletico, depois do empate na primeira-mão e agora, na hora da vitória, exigiu-lhe a «responsabilidade» de ajudar os treinadores brasileiros. 

Primeiro, a resposta às críticas de Jesus ao sintético. 

«Nunca colocamos nenhuma muleta em relação à nossa performance. Quando não vencemos fora, assumimos a nossa responsabilidade», disse Tiago Nunes na conferência de imprensa após a vitória sobre o Flamengo nos penáltis.

«Temos uma situação que chama a atenção, uma particularidade que é o relvado sintético. As pessoas usam muleta para justificar o seu trabalho, mas não fazemos nada fora da lei, está tudo dentro das regras do jogo.»

Finalmente, Tiago Nunes disse que Jesus poderia ajudar os treinadores brasileiros a terem equivalências dos seus cursos no espaço gerenciado pela UEFA. 

«Ele é visitante no nosso país e poderia ajudar-nos na UEFA. Lá não somos aceites, aqui ele é... Fica a responsabilidade para o Jesus ajudar-nos a melhorar o nosso futebol. É um visitante no nosso país e pode auxiliar-nos a ter trabalhos fora, da mesma forma que nós o estamos a receber a ele aqui.»

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados