Greve na Lufthansa vai cancelar maioria dos voos de sexta-feira em Frankfurt e Munique

Agência Lusa , MJC
1 set, 12:09
Avião da Lufthansa (EPA)

A transportadora aérea detalhou que vão ser cancelados 800 voos, que vão impactar cerca de 130 mil passageiros, numa altura em que os trabalhadores exigem aumentos salariais

A greve dos pilotos da Lufthansa vai cancelar, esta sexta-feira, “quase todos” os voos da companhia de e para os principais aeroportos de Frankfurt e Munique, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, a transportadora aérea detalhou que vão ser cancelados 800 voos, que vão impactar cerca de 130 mil passageiros, numa altura em que os trabalhadores exigem aumentos salariais.

Na quarta-feira, o sindicato Vereinigung Cockpit anunciou que as “negociações falharam”.

Os trabalhadores reclamam um ajuste salarial de 5,5%, compensações automáticas face à inflação e reajustes nas tabelas.

A Lufthansa manifestou a sua “completa incompreensão” face ao anúncio da greve, que surge num contexto marcado por constrangimentos no setor da aviação devido à falta de trabalhadores nos aeroportos e à greve dos funcionários de terra, que decorreu no final de julho.

O grupo disse ainda ter proposto um aumento total de 900 euros mensais, em duas fases.

Contudo, o líder sindical Marcel Gröls, citado pela Agência France Press (AFP), defendeu que a Lufthansa “deve fazer uma oferta melhor”.

A Lufthansa tem cerca de 5.500 pilotos para o transporte de passageiros e mercadorias, sendo que o Vereinigung Cockpit é o único sindicato que os representa.

No início de agosto, o grupo chegou a acordo com o sindicato Verdi, que representa o pessoal de terra.

Estes trabalhadores vão receber mais 200 euros por mês, a que se soma um adicional de 2,5% no início de 2023 e mais 2,5% em julho do mesmo ano.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados