«Não quero que o Famalicão se deixe embebedar com a vitória frente ao Benfica»

9 mai, 16:21
Armando Evangelista, treinador do Famalicão (MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA)

Treinador do Famalicão acredita que o Desp. Chaves vai fazer de tudo para pontuar e manter-se na I Liga

Depois da vitória frente ao Benfica, por 2-0, que tornou o Sporting campeão nacional, o treinador do Famalicão garantiu não quer que a equipa se deixe «embebedar com a vitória frente ao Benfica».

Com a manutenção já garantida, o Famalicão vai a casa do Desportivo Chaves, equipa que precisa de pontos para se manter na I Liga.

«Esta será a última oportunidade do Desportivo de Chaves lutar por um objetivo maior e se o Famalicão não estiver precavido, o seguimento que queremos dar à última vitória pode-se dificultar. Vamos ter um Chaves a dar a vida pelos três pontos. Temos que estar preparados para isso», disse Armando Evangelista, esta quinta-feira, na antevisão à partida da 33.ª jornada.  

Com a vitória frente ao Benfica, a equipa famalicense terminou uma série de quatro jogos consecutivos sem triunfar e Evangelista quer os jogadores focados e com «vontade de vencer».

«Temos que ser iguais a nós mesmos. Não podemos andar a oscilar de jogo para jogo. A atitude tem que ser sempre a mesma. Motivação, vontade de vencer, ser competitivos. Isso tem que estar sempre em cima da mesa. E, depois, não podemos ter medo de perder. Se isso acontecer, vamos ganhar mais vezes. E é dessa forma que vamos olhar para este jogo, sabendo que do outro lado há emoções à flor da pele», atirou.

Sobre a equipa do Desportivo Chaves, o técnico português só deixou elogios, afirmando que ainda se podem «agarrar à réstia de esperança» para permanecer no principal escalão.

«Continuo a olhar para o Chaves como uma equipa recheada de bons elementos, uma equipa que vai continuar a querer agarrar-se à réstia de esperança que tem. Acredito que ninguém vai atirar a toalha ao chão. E nós, se nos deixarmos embebedar com a vitória frente ao Benfica, vamos passar mal. O nosso foco só pode terminar no final do último jogo, com o Casa Pia», explicou o treinador. 

Por fim, e quando abordado sobre a continuidade no Famalicão, Armando Evangelista deixou a dúvida no ar e tudo em aberto. 

«O meu contrato com o Famalicão acaba dia 31 de maio. Desse dia em diante, sou livre para negociar com o Famalicão ou com outro clube qualquer. A nossa vida é esta», concluiu.

O Famalicão é oitavo lugar, com 39 pontos, e vai a casa do Desportivo Chaves, 17.º e penúltimo lugar, na sexta-feira, às 20h15.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados