Alemanha
45'
1 - 0
Hungria

Villas-Boas apresentou linhas gerais do plano para o FC Porto e plantel gostou

9 mai, 15:28

Reação positiva dos jogadores e de Sérgio Conceição às palavras do novo presidente

André Villas-Boas esteve esta quinta-feira no Olival, para uma visita de cortesia que serviu para apresentar a equipa base do seu projeto ao grupo de trabalho. Com ele, recorde-se, seguiram também o diretor desportivo Andoni Zubizarreta e o diretor financeiro Pereira da Costa.

Os três estiveram no balneário, para uma breve conversa com os jogadores, tendo André Villas-Boas mostrado grande ambição para o futuro do FC Porto, o que foi muito bem recebido por todo o grupo (incluindo, claro, Sérgio Conceição).

O novo presidente fez também questão de referir a maior preocupação que tem nesta altura, e que passa pelos desafios imediatos: vencer as duas últimas jornadas da Liga e, acima de tudo, conquistar a Taça de Portugal, frente ao Sporting, no Jamor.

Simultaneamente, Villas-Boas apresentou as linhas gerais do plano que tem para o futebol profissional, num plano mais genérico: para já não se falou de entradas ou saídas, de permanência ou não do treinador ou da construção do próximo plantel.

O dirigente falou num plano mais aberto, referindo-se às ideias macro e ao desenho global que traz para o clube, tendo todos os contactos e conversas decorrido de forma muito cordial e positiva. Lá está, foi sobretudo uma visita de cortesia.

Refira-se, por fim, que André Villas-Boas começou esta nova etapa como é apanágio dele (e já se tinha visto no início da carreira de treinador): com entusiasmo e muita energia. Foi o primeiro a chegar ao Olival, logo pelas 7.39 horas da manhã, esteve duas horas no Centro de Treinos, falou com as pessoas, apresentou o espaço ao seus colaboradores e só saiu por volta das 11 horas.

Com ele seguiram dois polícias do corpo de segurança pessoal, que chegaram pelas 08h04, o novo CFO [Chief Financial Officer] Pereira da Costa, que chegou pelas 08h10, e o futuro diretor desportivo Andoni Zubizarreta, que foi o último a cruzar os portões do Olival, pelas 08h40.

O treinador Sérgio Conceição chegou pelas 08h25 bem antes das 09h15 que os jogadores tinham como hora limite para estar no Olival.

Seguiu-se o capitão Pepe, às 08h33, e pelas 08h40, uma hora depois de André Villas-Boas, chegou Andoni Zubizarreta, o futuro diretor desportivo do FC Porto

Relacionados

Patrocinados