Rabah Madjer, ex-FC Porto, condenado a seis meses de prisão

9 jun, 14:03
Rabah Madjer (AP Photo/Lionel Cironneau)

Tribunal deu como provado que o argelino prestou falsas declarações financeiras

Rabah Madjer, antigo jogador do FC Porto e autor do célebre calcanhar de Viena, em 1987, foi condenado esta quinta-feira a seis meses de prisão efetiva por falsos testemunhos, segundo a imprensa da Argélia, citada pela AFP.

O antigo internacional argelino, agora com 63 anos, estava também acusado de fraude e falsificação, mas tais processos foram arquivados pelo tribunal de Sidi M'hamed. Madjer, que arriscava até 18 meses de prisão, tem dez dias para recorrer da sentença.

Note-se que o ex-futebolista do FC Porto era proprietário de dois jornais, o Al Balagh e o Al Balagh Erriadhi, e terá continuado a receber verbas públicas, em forma de publicidade, durante um ano, após o fecho das duas publicações.

A queixa foi apresentada pela ANEP, agência de edição e publicidade, à qual Madjer e outro indivíduo terão de pagar cerca de três mil euros de indemnização, bem como uma multa de 640 euros.

Relacionados

Patrocinados