Promotoria espanhola retira acusações no processo da transferência de Neymar

28 out, 13:50
Neymar e o pai

Caso relativo à mudança do Santos para o Barcelona

A Promotoria espanhola decidiu retirar todas as acusações no processo da transferência de Neymar para o Barcelona.

O julgamento do denominado «Caso Neymar 2» teve início no passado dia 17, mas agora a Promotoria espanhola decidiu retirar todas as acusações, no dia em que prestaram depoimento Sandro Rosell, antigo presidente do Barcelona, e Josep Maria Bartomeu, na altura vice-presidente (mais tarde assumiu a liderança do clube).

O grupo DIS, detentor de 40 por cento do passe de Neymar quando este trocou o Santos pelo Barcelonas, levou o negócio a tribunal, por entender que recebeu menos 25 milhões de euros do que era suposto, alegando a existência de um pacto para reduzir o valor oficial da transferência e pagar de forma paralela.

Para além de Neymar (agora no Paris Saint-Germain) e dos pais, também Sandro Rosell, Josep Maria Bartomeu e Odilio Rodrigues, ex-dirigente do Santos, foram levados a julgamento na condição de arguidos.

Relacionados

Patrocinados