Governo vai dar €240 a um milhão de famílias: apoio chega um dia antes da consoada

14 dez 2022, 11:28
António Costa no Parlamento (Lusa)

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou um apoio extraordinário de 240 euros dirigido a um milhão de famílias com prestações mínimas, ou beneficiárias da tarifa social da energia

O Conselho de Ministros vai aprovar um novo apoio extraordinário de 240 euros dirigido às famílias mais vulneráveis, anunciou esta quarta-feira o primeiro-ministro, António Costa, em entrevista à VISÃO.

Este apoio vai ser pago já a partir de dia 23, na sexta-feira da próxima semana, e abrange um milhão de famílias, representando um custo de 240 milhões de euros. O montante vai ser entregue pelas vias normais da Segurança Social até ao final do ano.

Este novo apoio extraordinário abrange as famílias que recebem prestações mínimas ou que beneficiem da tarifa social da energia. As prestações sociais mínimas compreendem o complemento solidário para idosos, o rendimento social de inserção, a pensão social de invalidez do regime especial de proteção na invalidez, o complemento da prestação social para a inclusão, a pensão social de velhice e o subsídio social de desemprego.

Este universo em questão já foi, inclusivamente, alvo de duas prestações extraordinárias este ano, nomeadamente de 60 euros cada, no final dos primeiro e segundo trimestres. O chefe de governo garante que este apoio se compromete a mitigar os efeitos da inflação, dado que esta “atinge de maneira muito desigual as várias camadas da população”.

De acordo com o primeiro-ministro, este apoio corresponde a um esforço “muito grande” tendo em conta a evolução da inflação neste segundo semestre. “A inflação é muito desigualitária (…) os preços têm subido para todos, mas nem todos temos a mesma capacidade de acomodar a subida dos preços”, esclareceu António Costa.

A entrevista completa concedida à VISÃO é publicada na edição semanal da revista, estando disponível na sua versão digital esta quarta-feira e nas bancas esta quinta-feira.

Relacionados

Dinheiro

Mais Dinheiro

Mais Lidas

Patrocinados