“Não foi amigável”. Terminou a reunião entre Putin e o chanceler austríaco

Pedro Falardo , Artigo atualizado às 19:15
11 abr, 16:55
Karl Nehammer

Karl Nehammer frisou que na guerra “só há perdedores dos dois lados” e avisou o presidente russo que as sanções irão continuar em vigor enquanto o conflito decorrer

A reunião entre o chanceler austríaco Karl Nehammer e o presidente russo terminou, anunciou o porta-voz da presidência da Áustria, Etienne Berchtold, à CNN Internacional.

Segundo o porta-voz, o encontro de segunda-feira entre os dois líderes durou 75 minutos.

Em comunicado citado pela Reuters, Nehammer refere que a visita "não foi amigável" e que a conversa com Putin foi "direta, aberta e dura".

O chanceler austríaco disse que sentia "ser o seu dever" encontrar-se com o presidente russo para que não fosse desperdiçada qualquer oportunidade de pôr fim ao conflito ou conseguir algum "progresso humanitário" para os civis.

“Abordei os sérios crimes de guerra em Bucha e outros locais e enfatizei que todos os responsáveis por estes devem ser responsabilizados. Também disse ao presidente Putin que as sanções contra a Rússia irão continuar em vigor e irão ser mais apertadas enquanto as pessoas na Ucrânia continuem a morrer”.

Nehammer frisou também que a mensagem mais importante transmitida a Putin foi a de que a guerra tem de acabar já "dado que numa guerra só há perdedores dos dois lados".

“A União Europeia está mais unida que nunca neste assunto. Tornei claro ao presidente russo que há uma necessidade urgente para o estabelecimento de corredores humanitários, para que se possa transportar água potável e comida para as cidades cercadas e retirar mulheres, crianças e feridos. Irei voltar agora para informar os nossos colegas europeus sobre a conversa com o presidente russo e discutir passos adicionais”, concluiu o chanceler austríaco.

Por seu turno, o Kremlin, através do seu porta-voz Dmitry Peskov, citado pela Tass, afirmou que a conversa foi "curta para os padrões atuais", mas adiantou que nada poderia revelar sobre o seu conteúdo.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados