Julian Assange mais perto de ser extraditado para os Estados Unidos

10 dez 2021, 10:29
Julian Assange, fundador da WikiLeaks, foi detido em Londres após sete anos na embaixada do Equador. Governo equatoriano retirou-lhe o asilo e convidou a polícia inglesa a deter o ativista australiano, que foi retirado à força da embaixada
Julian Assange, fundador da WikiLeaks, foi detido em Londres após sete anos na embaixada do Equador. Governo equatoriano retirou-lhe o asilo e convidou a polícia inglesa a deter o ativista australiano, que foi retirado à força da embaixada

Governo norte-americano alegou que o fundador da WikiLeaks não tem histórico de problemas de saúde mentais que o impeçam de ser julgado nos EUA por 17 crimes de espionagem e um de uso indevido de computador

PUB

Julian Assange, fundador da WikiLeaks, e que se encontra detido no Reino Unido, está mais perto de ser extraditado para os Estados Unidos, depois de o governo norte-americano ter ganhado um recurso do pedido de extradição.

Em janeiro, um tribunal britânico de primeira instância determinou que o cidadão australiano não podia ser extraditado por motivos de saúde mental, devido ao risco de suicídio, mas o tribunal de recurso decidiu, nesta sexta-feira, revogar a decisão.

PUB

O governo norte-americano, que acusa Julian Assange de espionagem, por ter divulgado no portal da WikiLeaks milhares de documentos militares e diplomáticos confidenciais, alegou que aquele “não tem histórico de doenças mentais graves e duradouras”, além de não estar assim tão vulnerável ao ponto de não resistir a um julgamento.

Os advogados norte-americanos garantiram, ainda, aos juízes britânicos que, se aceitarem a extradição, Assange poderá cumprir a pena a que for condenado nos Estados Unidos numa prisão no seu país natal, a Austrália.

PUB
PUB
PUB

Sobre Julian Assange recaem 17 acusações de espionagem e uma acusação de uso indevido de computador. A moldura penal destes crimes (violação da Lei de Espionagem) pode ir até 175 anos de pena máxima, por cúmulo jurídico.

O fundador da WikiLeaks, de 50 anos, está detido na prisão de segurança máxima de Belmarsh, em Londres.

Julian Assange foi detido em Londres em abril de 2019, depois de sete anos a viver na embaixada equatoriana, onde se refugiou após violar as condições da sua liberdade condicional por receio de ser extraditado para os Estados Unidos.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados