Mãe de Gabby Petito abre processo contra património do ex-noivo (e assassino confesso) da filha

CNN , Paradise Afshar
8 mai, 13:33
Nichole Schmidt, mãe de Gabby Petito, entrou com um novo processo contra o património de Brian Laundrie.

Nichole Schmidt, mãe de Gabby Petito, entrou com uma ação legal contra o património de Brian Laundrie, apresentando uma queixa no condado de Sarasota esta sexta-feira, em que pede uma compensação monetária pela “morte culposa” da sua filha.

De acordo com o processo, Petito e Laundrie, que era o seu noivo, deixaram Nova Iorque em julho para fazer uma viagem pelo país, durante a qual Petito esperava tornar-se uma influenciadora de viagens, documentando os detalhes da sua viagem nas redes sociais. Petito estava em contato constante com os seus pais e irmãos durante a viagem, segundo o processo, tendo a sua última comunicação acontecido a 27 de agosto.

Os restos mortais de Petito foram encontrados no condado de Teton, Wyoming, em setembro, pouco mais de uma semana depois de a sua família comunicar o seu desaparecimento. A mulher de 22 anos morreu por estrangulamento, segundo determinou o médico legista. Laundrie voltou para a casa do casal a 1 de setembro sozinho, saiu novamente cerca de duas semanas depois e desapareceu.

Os restos mortais de Laundrie foram encontrados mais tarde, numa reserva natural da Flórida, e um médico legista determinou que ele morreu por suicídio. Ali perto, as autoridades encontraram um caderno no qual Laundrie assumiu a responsabilidade pela morte de Petito.

“Como consequência direta e próxima da conduta desonesta de Brian Laundrie, Nichole Schmidt e Joseph Petito incorreram em despesas de funeral, sofreram uma perda de cuidado e conforto, e sofreram uma perda de provável companhia futura, sociedade e conforto”, diz o processo.

Schmidt pede um julgamento por júri e, embora o processo não liste um valor monetário específico, pede “indenizações que excedam os 30 mil dólares [28,5 mil euros]".

O advogado da família Laundrie desvalorizou o processo, num e-mail enviado à CNN no sábado.

"O arquivamento da ação de homicídio culposo pela família Petito era totalmente esperado. Essa ação provavelmente não será defendida e os Petito não terão ganho nada mais do que um pedaço de papel que diz a eles o que todos já sabem, que Brian foi responsável pela morte de Gabby, conforme indicado pelo FBI", disse Steven P. Bertolino, advogado que representa a família Laundrie, à CNN.

A CNN entrou em contato com o advogado de Schmidt, mas não teve resposta no sábado.

A família de Petito também entrou com uma ação contra Christopher e Roberta Laundrie, alegando que sabiam que o seu filho Brian assassinou Gabby Petito e estavam a trabalhar para ajudá-lo a fugir do país, noticiou anteriormente a CNN. Num e-mail em resposta ao processo anterior, Bertolino disse estar confiante de que o caso será arquivado.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados