Árbitra que chocou com uma câmara revela: «Não me lembro desse momento, nem do jogo»

4 abr, 17:04

Guadalupe Porras Ayuso falou pela primeira vez sobre o incicente que sofreu, durante o Bétis-Ath. Bilbao, e explicou que na altura teve de levar 25 pontos na cara

Mais de um mês depois do aparatoso choque com uma câmera que obrigou Guadalupe Porras Ayuso a sair de maca do relvado, a árbitra assistente falou sobre o incidente ocorrido durante o Bétis-Ath. Bilbao.

Em declarações ao «AS», confessou que não se lembra de nada que tenha acontecido naquele jogo, que apelidou de um «pesadelo».

«Não me recordo de nada, nem dessa jogada, nem do jogo em si. Foram momentos muito complicados porque me disseram que o cameraman chocou contra mim, mas não fazia ideia que o golpe tinha sido assim tão forte», começou por explicar.

Guadalupe Porras Ayuso contou ainda a forma como recuperou da lesão e o que um cirurgião plástico lhe disse, quando a árbitra entrou na sala de operações.

«Disse-me que tinha de levar mais pontos do que era esperado e no total foram 25. Foi um processo muito duro, porque estava a apitar ao mais alto nível e algo que não consegui controlar fez com que perdesse muito tempo de competição», acrescentou.

«Tive de recorrer a profissionais que me ajudaram a perceber tudo o que tinha acontecido naquele dia e o choque por que estava a passar. Tudo aquilo que me aconteceu acho que não se volta a repetir, porque o protocolo mudou, mas podia ter acontecido com qualquer outro colega de profissão», concluiu a árbitra.

Relacionados

Patrocinados