Saiba tudo sobre o Euro aqui

Equipa de resgate portuguesa condecorada por Erdogan

Agência Lusa , JGR
25 abr 2023, 19:08
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pelo ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, durante a receção aos elementos da Força Operacional Conjunta (FOCON) que esteve em missão na Turquia (António Cotrim/Lusa)

A distinção foi entregue ao comandante e chefe de missão, José Guilherme, que liderou uma Força Operacional Conjunta (FOCON) composta por 52 elementos

A equipa portuguesa que esteve na Turquia nas operações de busca e salvamento, após os sismos de fevereiro, foi condecorada hoje, em Ancara, pelo presidente turco, Recep Erdogan, revelou a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Segundo a mesma fonte, a distinção foi entregue ao comandante e chefe de missão, José Guilherme, que liderou uma Força Operacional Conjunta (FOCON) composta por 52 elementos.

A equipa portuguesa integrou elementos da Força Especial de Proteção Civil da ANEPC, da GNR, dos Sapadores Bombeiros de Lisboa e Instituto Nacional de Emergência Médica, acompanhados ainda por seis cães.

Na Turquia, a FOCON esteve mais de uma semana na cidade de Antáquia/Hatay, tendo conseguido resgatar uma criança de 10 anos com vida.

Além da equipa portuguesa, a Presidência da Turquia também condecorou outras equipas internacionais que estiveram no país após os terramotos de 6 de fevereiro.

A equipa de resgate portuguesa já tinha sido condecorada, a 22 de fevereiro passado, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com a Ordem do Mérito, pela mesma missão na Turquia.

Os sismos que atingiram a Turquia, e também a Síria, em fevereiro provocaram mais de 50 mil mortos e deixaram cerca de dois milhões de pessoas desalojadas.

A presidência turca calcula que os sismos tenham causado danos diretos de quase cem mil milhões de euros, o equivalente a 9% do PIB do país.

Europa

Mais Europa

Patrocinados