Empresa passa ‘cheque anti-inflação’ de 1.200 euros a todos os colaboradores, incluindo estagiários

25 nov, 12:05
Mercedes-Benz GenH2 Truck

O cheque anti-inflação chega já no final do mês de novembro e abrange todos os colaboradores com contrato, incluindo estagiários

A tb.lx, o hub digital da Daimler Trucks, vai atribuir no final de novembro um bónus de 1.200 euros a todos os colaboradores com contrato, incluindo estagiários, de modo a mitigar o impacto da inflação. Um total de 105 colaboradores é abrangido por este benefício.

“Os últimos meses foram desafiadores, a crise energética e a inflação vão mudar o nosso custo de vida. Desta forma, a tb.lx quer apoiar os seus colaboradores durante estes tempos, não só através deste bónus, mas também através de todos os mecanismos de apoio que já criámos internamente”, explica Christian Lessing, CEO da tb.lx, em comunicado.

O cheque anti-inflação chega já no final do mês de novembro e abrange todos os colaboradores com contrato, incluindo estagiários, e visa “ajudar a atenuar os impactos negativos da subida da inflação, as taxas de juro e a crise de energia que é sentida por toda a Europa.”

Focado na construção de produtos globais de software nas áreas de mobilidade elétrica, conectividade, e na experiência digital do cliente para todas as marcas do grupo Daimler Truck, a tb.lx instaurou uma jornada de trabalho de 36 horas de trabalho semanais, tendo ainda implementado um pacote de saúde, através do qual os colaboradores podem usufruir de consultas de psicologia, fisioterapia e sessões com uma coach.

No mercado português, a fábrica de Tramagal da Daimler Trucks também já atribui um bónus extraordinário aos trabalhadores. Santander, Millennium bcp, Caixa Geral de Depósitos, Crédito Agrícola ou Ikea são algumas das empresas que já avançaram igualmente com este tipo de medidas.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados