Coreia do Sul deteta segundo lançamento de míssil norte-coreano

Agência Lusa , MM
18 dez 2022, 08:29
Lançamento de míssil terra-terra na Coreia do Sul

O lançamento ocorreu três dias depois do regime de Kim Jong-un ter realizado um teste de um novo motor de combustível sólido de alta pressão para novos mísseis de longo alcance, num ano em que realizou um número recorde de ensaios de mísseis

A Coreia do Norte lançou este domingo dois mísseis balísticos, dias depois de Pyongyang ter anunciado um teste bem sucedido de um motor de combustível sólido destinado a desenvolver um novo sistema de armas.

O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul disse ter detetado dois mísseis balísticos disparados da área de Tongchang-ri, na província noroeste de Pyongan do Norte em direção ao mar de Leste, também conhecido como mar do Japão.

Os mísseis foram detetados entre as 11:13 (02:13 em Lisboa) e as 12:05 (03:05).

"Os nossos militares intensificaram a vigilância, ao mesmo tempo que estão a cooperar estreitamente com os Estados Unidos, em total prontidão", de acordo com uma declaração do Estado-Maior Conjunto sul-coreano.

O lançamento ocorreu três dias depois do regime de Kim Jong-un ter realizado um teste de um novo motor de combustível sólido de alta pressão para novos mísseis de longo alcance, num ano em que realizou um número recorde de ensaios de mísseis.

Este desenvolvimento poderá permitir a Pyongyang desenvolver um arsenal de mísseis balísticos intercontinentais mais móvel, mais difícil de detetar e capazes de atingir o continente americano.

Nos últimos meses, a Coreia do Norte testou vários mísseis balísticos de capacidade nuclear, incluindo, no mês passado, o Hwasong-17, um míssil balístico intercontinental (ICBM), concebido para transportar múltiplas ogivas.

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul advertiram, há meses, que a Coreia do Norte poderá estar a preparar um sétimo teste nuclear e o primeiro em cinco anos.

Mundo

Mais Mundo

Mais Lidas

Patrocinados