Preço do gasóleo desceu, mas gasolina voltou a subir. O que é que se passa?

17 mai, 15:00
Combustíveis (Foto: LM Otero/AP)

Já na semana passada o preço da gasolina tinha subido mais do que o do gasóleo. Agora, confirma-se a inversão da tendência do preço dos combustíveis desde o início da invasão da Ucrânia. O "problema" que começou no gasóleo vê-se agora na gasolina

O preço do gasóleo simples desceu 4,37 cêntimos esta segunda-feira, em relação ao preço no mesmo dia da semana anterior. A descida foi ainda maior no gasóleo especial, que embarateceu 4,8 cêntimos.

Mas o preço da gasolina simples 95 aumentou 3,7 cêntimos por litro de uma segunda-feira para a outra. Já a a gasolina especial 95 e a gasolina 98 subiram 3,9 cêntimos por litro. E a gasolina 98 especial aumentou 3,2 cêntimos.

No mesmo período, na semana de 9 a 16 de maio, o preço médio do petróleo caiu 2% em relação ao préço médio da semana anterior (considerando os preços de fecho diários do índice Brent). Na segunda-feira, a cotação voltou a subir, estando agora a rondar os 114 dólares por barril.

Eis os preços médios em Portugal continental, esta segunda-feira e na segunda-feira anterior:

 Os dados são da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), que todos os dias publica os preços médios praticados na véspera em quase três mil postos de abastecimento em Portugal continental. Os dados são os efetivamente pagos pelos consumidores, incluindo já descontos (como os de cartões de fidelização), não os que são afixados nos postos.

Já na semana passada o preço da gasolina tinha subido mais do que o do gasóleo. Os dados desta semana confirmam assim uma inversão da tendência desde o início da invasão russa da Ucrânia: depois da pressão sobre o gasóleo, agora é a vez da gasolina.

Por que razões sobe mais a gasolina agora?

Questionado pela CNN Portugal, o secretário-geral da Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas (Apetro), António Comprido, assume que esta inversão da tendência do preço dos combustíveis "é consequência do que está acontecer nos mercados internacionais". Ou seja, as cotações internacionais da gasolina enquanto produto refinado estão a subir mais agora do que os preços do gasóleo refinado. 

A questão da procura nas diferentes fases do ano também poderá justificar esta inversão, acrescenta o responsável, explicando que no inverno há uma maior procura pelo gasóleo, por causa das questões relacionadas com o aquecimentos das casas, enquanto no verão se verifica uma maior procura pela gasolina, relacionada com as atividades turísticas.

Ainda assim, António Comprido admite não dispor ainda de toda a informação para sustentar o porquê da gasolina estar a subir mais do que o gasóleo, até porque a Europa, sobretudo devido à guerra na Ucrânia, "tem mais dificuldades no abastecimento do gasóleo do que da gasolina".

Esta terça-feira, o presidente Vladimir Putin assinalou que as sanções do Ocidente e um eventual embargo ao petróleo russo (medida que está a ser discutida entre os 27 Estados-membros da UE ao abrigo de um sexto pacote de sanções contra Moscovo) levaram a um "aumento dos preços mundiais do petróleo".

Desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, o gasóleo começou por subir muito mais do que a gasolina, mas os aumentos estão agora alinhados em termos percentuais: na casa dos 8%. 

Note-se que estes preços estariam mais de dez cêntimos mais caros não fora a descida dos impostos pelo governo.

A CNN Portugal avalia regularmente a evolução dos preços dos combustíveis em Portugal, cujos preços dispararam depois da invasão da Ucrânia, em função sobretudo das sanções impostas à Rússia, um grande produtor de petróleo e de produtos refinados.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Economia

Mais Economia

Patrocinados