TAP quer contratar 250 tripulantes para assegurar operação no verão

Agência Lusa , BCE
11 abr, 11:26
TAP

A CEO da companhia aérea diz não ver “quaisquer números que mostrem que são precisos mais pilotos"

A presidente executiva da TAP, Christine Ourmières-Widener, disse esta segunda-feira que a companhia aérea está a contratar cerca de 250 tripulantes de cabine, para assegurar a operação de verão, cuja época alta deverá começar no final de maio.

“Estamos a contratar cerca de 250 tripulantes, para assegurar que voamos de acordo com o planeado para o verão”, disse a responsável, na conferência de imprensa sobre os resultados da TAP em 2021, período em que apresentou um prejuízo de quase 1.600 milhões de euros.

De acordo com Ourmières-Widener, os concorrentes europeus estão a tomar as mesmas medidas para o verão, o que torna o processo de recrutamento “desafiante”, sobretudo no que diz respeito a trabalhadores para o ‘call center’ de apoio ao cliente, que a TAP também quer reforçar.

Questionada sobre a falta de pilotos, a CEO disse não ver “quaisquer números que mostrem que são precisos mais pilotos".

PGA e UCS vão ser integradas na TAP SA para enfoque no negócio da aviação

O Grupo TAP vai iniciar nos próximos meses o processo de integrar a Portugália Airlines (PGA) e a UCS – Cuidados Integrados de Saúde na TAP, S.A., a empresa de aviação do grupo que é detida exclusivamente pelo Estado.

A notícia foi avançada na conferência de imprensa sobre os resultados da TAP em 2021. “A TAP, S.A. vai adquirir a PGA e a UCS. […] Isto faz parte da estratégia de nos focarmos no nosso ‘core-business’”, disse Gonçalo Pires.

Segundo o CFO, o processo será proposto aos acionistas na próxima assembleia-geral e deverá ter início dentro de “alguns meses”.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados