Dezenas de voos cancelados este sábado no Aeroporto de Lisboa

Cristiano Costa | Ana Botto , Notícia atualizada às 16:33
2 jul, 11:08

Contactada pela CNN Portugal, a ANA Aeroportos garantiu não se tratar de um problema do aeroporto, mas sim das companhias aéreas

Prevê-se mais um sábado de grande confusão no Aeroporto de Lisboa. Só esta manhã, foram cancelados pelo menos cinco voos com destino à capital, provenientes de França, Dinamarca, Espanha e Brasil.

De acordo com o site da Ana Aeroportos, até às 13:00 foram cancelados seis voos que iriam partir do Aeroporto Humberto Delgado. Durante a tarde estão previstos mais cancelamentos e a grande maioria dos voos são da TAP.

Em resposta à CNN Portugal, a companhia aérea explicou que a suspensão do tráfego aéreo na sexta-feira teve consequências nas horas seguintes, obrigando a alterações em toda a operação. Ainda assim, garantem, "os passageiros estão todos protegidos com os voos seguintes". 

"A TAP está a fazer todos os esforços para que a situação fique normalizada durante o dia de hoje até às 18h/20h". 

Em comunicado, a ANA Aeroportos disse não se tratar de um problema do aeroporto, mas sim das companhias aéreas: "Devido a um conjunto de constrangimentos em vários aeroportos europeus, estão previstos, para o dia de hoje, 65 voos cancelados - 40 chegadas e 25 partidas". 

Acrescentando ainda que o Aeroporto de Lisboa "implementou medidas para apoiar as companhias aéreas, nomeadamente a instalação de balcões móveis suplementares para reagendamento de voos".

Recorde-se que este fim de semana existem várias companhias aéreas em greve na Europa.

O aeroporto do Porto registou até ao momento o cancelamento de uma partida com destino a Amesterdão e de duas chegadas.

Os cancelamentos de voos aliados ao aumento da procura têm gerado a criação de longas filas nos aeroportos, com muitos passageiros a queixarem-se das horas perdidas à espera da bagagem e a reportarem o facto de apenas conseguirem recuperar as malas dias depois de terem chegado.

País

Mais País

Patrocinados