Conguito e a polémica Villa Athletic: «Sonho virou pesadelo, fui ingénuo»

19 out, 19:18
Conguito

O presidente do clube pronunciou-se

Fábio Lopes, mais conhecido como Conguito, pronunciou-se nesta quarta-feira sobre a polémica do Villa Athletic Club, clube do qual é fundador e presidente, lamentando a situação que passa, por exemplo, por jogadores sem dinheiro para comer.

O radialista assume que foi «ingénuo» e publicou um comunicado nas redes sociais na qual pede «desculpa por ter acreditado no sonho». «Começámos do zero e eu acreditei que estávamos a tempo de encontrar uma solução financeira para um orçamento que triplicou à frente dos meus olhos porque fui ingénuo e confiei demasiado. E foi aí que algumas pessoas em quem confiávamos tentaram apoderar-se do clube, projeto e da ideia», destaca.

O locutor da Mega Hits revela ainda que está a passar por um período difícil, mas não desistiu do projeto. «A todos, quero dizer que não se salta de um barco a arder. É muito duro ler todas as ofensas pessoais e notícias que em nada contribuem para a estratégia que definimos, mas o importante é resolver os problemas das pessoas e do Clube e para isso, podem contar que continuarei a dar o meu melhor», referiu ainda.

O comunicado de Conguito na íntegra:

Aos meus amigos,
A todos os que seguem o meu trabalho,
E a todos os que se têm cruzado com o Villa Athletic Club,

Lamento que o meu sonho vos tenha arrastado para as notícias e lamento que tenham de ler tudo o que foi escrito, em notícias ou em comentários negativos e, por vezes, agressivos. Eu continuo a ter o sonho do desporto e do futebol como oportunidade para jovens ou para todos aqueles que são tão apaixonados como eu.

Foi assim que nasceu o Villa Athletic Club.

Nunca foi um negócio. Mas foi o negócio do futebol que o destruiu.
Um Clube nunca é apenas do Presidente. É de um Plantel de Jogadores, de uma Equipa Técnica, dos Adeptos, e de tantos outros que, nos bastidores, são responsáveis pelo bom funcionamento de tudo. Deve ser daqui que vem a expressão “vestir a camisola”.
É nas respostas aos tempos difíceis que se define a força de uma Equipa. No meu sonho, estavam os melhores. Fiz questão de chamar os melhores. Mas nos tempos difíceis, em que a Equipa devia estar unida a encontrar soluções de viabilização do projeto e soluções para os problemas, os que acreditava serem os melhores consideraram que seria mais benéfico criar uma campanha nos media e nas redes sociais, com o intuito de destruir o valor do Villa Athletic Club e de denegrir o seu Presidente.

Pois é. O sonho virou pesadelo. Perdeu o Fábio, que quis criar um clube novo e perdeu o Conguito, a construir uma carreira há 12 anos.

Peço desculpa a todos por ter acreditado no sonho. É muito mais difícil do que imaginei, reconheço. Começámos do 0 e eu acreditei que estávamos a tempo de encontrar uma solução financeira para um orçamento que triplicou à frente dos meus olhos porque fui ingénuo e confiei demasiado. E foi aí que algumas pessoas em quem confiávamos tentaram apoderar-se do clube, projeto e da ideia.

A todos, quero dizer que não se salta de um barco a arder. É muito duro ler todas as ofensas pessoais e notícias que em nada contribuem para a estratégia que definimos, mas o importante é resolver os problemas das pessoas e do Clube e para isso, podem contar que continuarei a dar o meu melhor.

Desculpem, mais uma vez! Em breve, estarei disponível para esclarecer mais dúvidas que poderão surgir e, para terminar, MUITO OBRIGADO a todos que têm mandado mensagens a manifestar o seu apoio e a dizerem que estão disponíveis para ajudar.

É por isto que somos uma Villa.

[em atualização]

Relacionados

Patrocinados