Portugal apoia fim de importação de energia russa, mas admite "consequências negativas"

7 abr, 15:47

O ministro dos Negócios Estrangeiros diz que a União Europeia deve "repensar" a dependência energética que tem face à Rússia, nomeadamente por causa do petróleo e do gás natural.

À margem de uma reunião da NATO, João Gomes Cravinho admitiu que Portugal não é um dos países em que a situação seja mais difícil, mas não deixa de dizer que isso vai resultar em "algumas consequências negativas".

Economia

Mais Economia

Patrocinados