“Não há em Portugal, a não ser pessoas que estejam completamente fora da realidade, ninguém que não considere o SNS o pilar estrutural”

17 fev, 12:54

Adalberto Campos Fernandes defende que “os partidos com responsabilidade de governo tem de se libertar de algumas ideias satélite de partidos que vivem fechados sobre o um tempo que acabou”, criticando os que rejeitam a necessidade e importância de recorrer aos serviços do setor privado. “Precisamos de menos slogans e de mais resposta”, atira.

“Não há em Portugal, a não ser pessoas que estejam completamente fora da realidade, ninguém que não considere o SNS o pilar estrutural de um sistema que responde ao imperativo constitucional de dar a todos condições de acesso à saúde”, diz.

Decisão 24

Mais Decisão 24

Mais Vistos

Patrocinados