Alugava casas que reservava no Booking ou Airbnb e fazia-se passar pelo proprietário. Pelo menos 50 pessoas foram lesadas

9 abr, 13:39

Foi detido o homem que alugava casas através das plataformas de alojamento Booking e da Airbnb e que depois se fazia passar pelo proprietário, para celebrar contratos de arrendamento de longa duração.

A polícia acredita que, em menos de dois meses, terá burlado 50 pessoas na Grande Lisboa.

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados