Aos 14 anos custou meio milhão, agora vai para a 2.ª divisão marroquina

28 jun, 12:49
Hachim Mastour

Hachim Mastour era considerado um fenómeno, mas não vingou no futebol

O caso de Hachim Mastour é mais um na história do futebol mundial de jogadores que não cumprem o futuro que lhes é augurado na formação.

Em Portugal o caso mais famoso é o de Fábio Paim, Freddy Adu, também com ligação a Portugal é um dos mais famosos a nível mundial, mas o de Hachim Mastour também tem muito que se lhe diga.

Formado nos italianos do Reggiana, aos 14 anos tinha alguns dos principais clubes europeus rendidos ao seu talento. As notícias de então associavam-no ao Real Madrid, Barcelona, Manchester City, Juventus ou Inter Milão.

O preço pedido pelo clube de Mastour afastou muitos dos interessados, mas o Milan não hesitou em pagar meio milhão de euros pelo talentoso italo-marroquino.

Nos rossoneri, Seedorf chegou a convocá-lo para um jogo da Serie A quando Mastour tinha apenas 15 anos.

Aos 17 anos o Málaga assegurou o empréstimo do jogador, que chegou a estrear-se na liga espanhola e que até protagonizou um anúncio com… Neymar.

Mas a partir daí, a carreira do jogador entrou na fase descendente, apesar de Mastour se ter estreado na seleção principal de Marrocos no ano seguinte.

Seguiram-se empréstimos para o Zwole (Países Baixos), uma transferência para os gregos do Lamina, e o regresso a Itália para as divisões inferiores, para jogar no Reginna e Carpi, na época passada.

Agora, aos 24 anos, Mastour vai jogar em Marrocos, mas não o fará sequer na primeira divisão. Vai jogar na segunda, ao serviço do Khemis Zemamra.

Será que ainda vai a tempo de cumprir o destino que lhe auguravam?

É que talento não lhe faltava, como pode ver no vídeo abaixo.

Patrocinados