Área Metropolitana do Porto vai homenagear Sophia de Mello Breyner Andresen em 2024. "Uma das figuras mais ilustres que temos no nosso país"

Agência Lusa , CF
29 jul, 20:31
Sophia de Mello Breyner Andresen (Louis MONIER/Gamma-Rapho via Getty Images)

Foi ainda debatida em reunião a proposta de uma Carta Metropolitana da Cultura, "como uma forma de criar uma sensação de pertença" à AMP

Os autarcas da Área Metropolitana do Porto (AMP) aprovaram esta sexta-feira, por unanimidade, uma proposta "para a consagração do ano de 2024 à evocação e celebração da vida e obra" da escritora e poeta Sophia de Mello Breyner Andresen.

A votação da proposta ocorreu na reunião desta sexta-feira do Conselho Metropolitano do Porto (CmP), que decorreu na sede da AMP, no Porto, cidade natal da escritora.

A deliberação "permite que 2024 seja um ano em que a Área Metropolitana do Porto homenageia uma das figuras mais ilustres que temos no nosso país e na história da nossa literatura", disse o presidente da AMP, Eduardo Vítor Rodrigues, previamente à votação. Na reunião foi também debatida a proposta de uma Carta Metropolitana para a Cultura, tendo o secretário executivo da AMP João Carapeto feito um ponto de situação dos trabalhos.

O responsável disse que a criação da carta surge "como uma forma de criar uma sensação de pertença" à AMP, sendo a cultura "uma das formas muito interessantes de chegar a esse desiderato".

Atualmente, existe uma "versão zero" da carta, resultado de um conselho metropolitano de vereadores realizado em São João da Madeira, no distrito de Aveiro, em 31 de maio.

Na sequência da reunião surgiram também, segundo João Carapeto, propostas e documentos sobre "o que poderá ser a atividade, em cultura, da área metropolitana", tendo aparecido "um conjunto de possibilidades de eixos estratégicos que possam nortear a atividade" da AMP nesse domínio.

O secretário técnico pretende que, daqui em diante, a consolidação da criação da carta seja "o mais participada possível", com técnicos, agentes e públicos.

Sophia de Mello Breyner Andresen, uma das mais distintas vozes literárias do século XX português, nasceu no Porto, em 1919, e morreu em Lisboa, a 2 de julho de 2004, e foi a primeira mulher portuguesa a receber o Prémio Camões, em 1999.

Artes

Mais Artes

Patrocinados