Diretor executivo do SNS vai ser ouvido no parlamento

Agência Lusa , AM
14 dez 2022, 12:18
"António Costa revela uma grande impreparação em atacar a crise sanitária e económica"

Fernando Araújo está em funções desde o início de novembro e os deputados querem ouvir o diretor executivo sobre as suas competências

A Comissão de Saúde vai chamar ao parlamento o diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para o ouvir sobre as competências deste novo órgão, mas também sobre o plano de ação para resolver os problemas do SNS.

O requerimento foi feito pelo Partido Chega e aprovado esta quarta-feira por unanimidade, avançou à Lusa o presidente da comissão, António Maló de Abreu, acrescentando que a audição “deverá realizar-se em janeiro”.

Fernando Araújo está em funções desde o início de novembro e os deputados querem ouvir o diretor executivo sobre as suas competências, assim como sobre “a coordenação da Direção Executiva com a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), Administração Regional de Saúde (ARS) e a tutela”, lê-se no requerimento do grupo parlamentar.

Os objetivos, visão estratégica e organograma da nova Direção Executiva, assim como a gestão orçamental e o plano de ação a curto, médio e longo prazo para os problemas do SNS são outros dos assuntos sobre os quais os deputados querem ouvir o novo responsável.

O Chega recorda que o Presidente da República “promulgou com reservas o diploma, nomeadamente pela aparente sobreposição de competências, como por exemplo as competências sobre os agrupamentos de centros de saúde, atualmente das ARS [administrações regionais de saúde], mas que irão passar, pelo menos parcialmente, para as CCDR” (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional).

Governo

Mais Governo

Patrocinados