"Arruinaram o nosso feriado sagrado": embaixador russo atingido com tinta vermelha - e culpa a polícia polaca

9 mai, 12:26
Sergei Andreev (Redes Sociais)

Incidente aconteceu no cemitério dos soldados soviéticos em Varsóvia, na Polónia

Em pleno 9 de maio, uma data histórica na Rússia - o dia em que se celebra a vitória soviética sobre os nazis na II Guerra Mundial -, o embaixador da Rússia na Polónia tentou assinalar a efeméride com uma visita ao cemitério dos soldados soviéticos em Varsóvia.

No entanto, segundo a Associated Press, Sergei Andreev e os seus seguranças pessoais, à chegada, foram confrontados com um grupo de manifestantes com bandeiras da Ucrânia que lhes gritaram "fascistas" e "assassinos", enquanto atiravam tinta vermelha. Nas redes sociais são vários os vídeos que mostram o embaixador e os seguranças repletos de tinta. 

Segundo a agência russa RIA, o incidente aconteceu quando Sergei Andreev estava a tentar colocar uma coroa de flores no cemitério dos soldados soviéticos. Após o ataque, o embaixador russo foi obrigado a abandonar o local com o apoio da polícia polaca. 

Numa reação no Telegram, Sergei Andreev disse que tudo isto poderia ter "sido previsto" e evitado, acusando a polícia de ter aparecido só depois do ataque ter acontecido. "Eu não não sei o que chamar a isto. Eles arruinaram o nosso feriado sagrado, o Dia da Vitória". 

Esta segunda-feira celebra-se em Moscovo o 77.º aniversário da vitória soviética sobre a Alemanha nazi na Segunda Guerra Mundial. No discurso na Praça Vermelha, Vladimir Putin demonstrou o poderio militar do país mas não revelou novos detalhes sobre o que a Rússia fará numa guerra a que continua a chamar "operação militar especial".

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados