Dany Mota: «A minha vida pode mudar na sexta-feira. Fui pré-convocado pela FPF»

12 mar, 18:04
Monza - Milan (foto: Alberto Mariani/LaPresse via AP)

Avançado do Monza espreita a estreia por Portugal, mas não descarta representar o país onde nasceu, o Luxemburgo

Um olho nas «Quinas», o outro no país natal. Dany Mota não fecha a porta à seleção do Luxemburgo, ainda que esteja pré-convocado por Roberto Martínez para a convocatória a anunciar esta sexta-feira.

«Fui pré-convocado pela FPF. A convocatória sai na sexta-feira e espero ser chamado. Já fui convidado a representar o Luxemburgo, mas recusei, porque não quero integrar a seleção a apenas dois jogos do Europeu. Isso seria demasiado fácil e uma falta de respeito. Se fosse jogador da seleção, não gostaria que alguém chegasse lá, agora, como a estrela», começou por dizer, em entrevista ao Le Quotidien, do Luxemburgo.

Ainda à procura da estreia pela seleção portuguesa, depois de representar os sub-21, Dany Mota esclarece que pondera todas as situações.

«Tenho 25 anos, ainda sou jovem e penso na minha carreira. Por isso, a minha vida poderá mudar na sexta-feira», rematou.

Assim, e remetendo qualquer decisão para o fim da época, o avançado do Monza reforça que, no caso de optar pela seleção luxemburguesa, pretende integrar o grupo como “um simples” jogador.

Dany Mota segue em destaque ao serviço do Monza, décimo classificado da Serie A. Ao cabo de 26 jogos, o avançado leva quatro golos e duas assistências, aproximando-se do número da última época (cinco golos). A carreia do ponta de lança construiu-se em Itália, no Virtus Entella, Sassuolo e na equipa sub-23 da Juventus.

Na seleção nacional sub-21, Dany Mota anotou sete golos em 16 jogos, entre setembro de 2019 e junho de 2021.

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Mais Lidas

Patrocinados