Ministro quer que elementos da PSP e GNR passem a ter acesso a refeitórios das universidades

Agência Lusa , AM
19 jan, 06:36
Marcelo e José Luís Carneiro visitam Serra da Estrela (Lusa/MIGUEL PEREIRA DA SILVA)

Para o ministro, esta é uma das formas, em que o Governo está a trabalhar, para “dignificar, melhorar e motivar forças de segurança”

O ministro da Administração Interna anunciou esta quinta-feira que vai ser assinado um acordo com as universidades e politécnicos para que os elementos da PSP e GNR possam usufruir dos equipamentos destas instituições, nomeadamente refeitórios.

Numa entrevista ao 'podcast' Política com Palavra do PS, José Luís Carneiro precisa que o acordo será assinado entre os serviços sociais da PSP e da GNR e o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e o Conselho dos Institutos Politécnicos.

“Tive uma conversa muito construtiva com o senhor reitor da Universidade Porto, que é simultaneamente o presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, e também com a senhora presidente do Instituto Politécnico do Cávado, que é simultaneamente a presidente do Conselho dos Institutos Politécnicos, com quem queremos também contratualizar um acordo, por parte dos serviços sociais das forças segurança”, disse o ministro.

O governante explicou que o acordo pretende que os elementos da PSP e da GNR passem a “usufruir dos equipamentos dessas instituições de ensino superior para efeitos de realização pessoal, de acesso aos equipamentos, nomeadamente em termos de alimentação, nas mesmas condições em que acedem” os professores e os alunos, porque são estruturas que estão “também disseminadas por todo o país”.

Para o ministro, esta é uma das formas, em que o Governo está a trabalhar, para “dignificar, melhorar e motivar forças de segurança”.

Governo

Mais Governo

Mais Lidas

Patrocinados