Sete concelhos de três distritos em perigo máximo de incêndio

Agência Lusa , AM
20 abr 2023, 07:12
Um rebento no meio de um campo seco

IPMA prevê para esta quinta-feira céu pouco nublado ou limpo, vento em negral fraco, acentuado arrefecimento noturno, nebulosidade matinal no litoral oeste e pequena descida de temperatura, em especial da máxima

Sete concelhos dos distritos de Castelo Brando, Guarda e Viseu apresentam esta quinta-feira um perigo máximo de incêndio rural, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo de incêndio estão os concelhos do Fundão, Covilhã, Penamacor, Belmonte (Castelo Branco), Sabugal, Figueira Castelo Rodrigo (Guarda) e Moimenta da Beira (Viseu).

O IPMA colocou também mais de 60 concelhos de Faro, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança em risco muito elevado de incêndio.

Vários concelhos dos distritos de Faro, Beja, Évora, Portalegre, Castelo Branco, Santarém, Leiria, Coimbra, Vila Real, Porto, Viseu, Guarda e Bragança apresentam hoje risco elevado de incêndio.

O IPMA prevê perigo de incêndio muito elevado até sexta-feira.

Desde o início do ano houve 2.127 fogos florestais e arderam 7.422 hectares em espaços rurais, de acordo com dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, vento em negral fraco, acentuado arrefecimento noturno, nebulosidade matinal no litoral oeste e pequena descida de temperatura, em especial da máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 07 graus Celsius (em Bragança) e os 15 (em Coimbra, Porto e Faro) e as máximas entre os 22 (na Guarda) e os 32 (em Santarém).

Meteorologia

Mais Meteorologia

Mais Lidas

Patrocinados