Obras na catedral de Notre Dame levam a descoberta de sarcófago do século XIV

16 mar, 15:18
Sarcófagos em Notre Dame (JULIEN DE ROSA/AFP via Getty Images)

Equipas de reconstrução verificavam a estabilidade do solo quando fizeram a descoberta. Arqueólogos correm agora contra o tempo para acabar os trabalhos de reconstrução para que se cumpram os prazos de reabertura da catedral

Um sarcófago de chumbo e várias figuras de um coro alto foi descobertos por arqueólogos na Catedral de Notre Dame, em Paris, durante os trabalhos de reconstrução do edifício que foi destruído pelas chamas em 2019.

Segundo a AFP, que cita o ministério da Cultura de França, as descobertas datam, ao que tudo indica, do século XIV e foram desenterradas durante os trabalhos preparatórios para reconstruir a torre da antiga igreja no local central, onde o transepto cruza a nave, onde está previsto ser instalado um andaime com cem metros de altura.

As equipas de reconstrução verificavam a estabilidade do solo, antes de instalar os andaimes para reconstruir a torre, quando encontraram um sistema de aquecimento subterrâneo do século XIX, com o sarcófago entre os tubos de tijolos.

Sarcófago descoberto em Notre Dame (JULIEN DE ROSA/AFP via Getty Images)

O "sarcófago em forma de homem, completamente preservado, feito de chumbo” terá sido feito em 1300, 45 anos antes da inauguração da Catedral de Notre Dame. A equipa de arqueólogos que tem estado no local já utilizou uma minicâmara para ver o interior do sarcófago, deformado pelo peso da terra e das pedras. 

"Podemos ver pedaços de tecido, cabelo e uma almofada de folhas no topo da cabeça, um ritual bem conhecido quando líderes religiosos eram enterrados, O facto desses elementos ainda estarem ali dentro significa que o corpo está em muito bom estado de conservação”, afirmou Christophe Besnier, arqueólogo principal.

Por sua vez, Dominique Garcia, do Instituto Nacional de Pesquisas Arqueológicas, afirmou à AFP que esta descoberta vai ajudar "a melhorar a compreensão das práticas funerárias na Idade Média".

Equipa de arqueólogos trabalha em Notre Dame (JULIEN DE ROSA/AFP via Getty Images)

Para além do sarcófago, foi descoberto um coro alto adornado com figuras esculpidas, que durante séculos separou as pessoas do coro do resto da igreja. As figuras foram identificadas como partes de uma tela original do século XIII.

Apesar da descoberta, os arqueólogos correm agora contra o tempo para acabar os trabalhos nas descobertas uma vez que, até dia 25, o projeto de reconstrução tem de ser retomado para que se cumpram os prazos de reabertura da Catedral, que tem data marcada para 2024.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados