Greve não programada dos controladores cancela metade dos voos em Paris-Orly

Agência Lusa , AM
11 fev, 14:55
Aeroporto de Paris-Orly (Associated Press)

Cancelamentos representaram "25 chegadas e 22 partidas" de aeronaves em Orly, principalmente em rotas domésticas e com países da zona Schengen

Um em cada dois voos com partida ou chegada ao aeroporto de Paris-Orly foi cancelado este sábado à tarde, devido à greve não prevista dos controladores aéreos, que contestam a proposta do Governo francês para as pensões.

"Tendo em conta que se observam vários grevistas na organização de navegação aérea de Orly", a Direção-Geral da Aviação Civil (DGAC) "solicitou às companhias aéreas que reduzissem o seu planeamento de voos em 50% a partir das 13:00" (12:00 em Lisboa), informou a administração em comunicado.

O outro grande aeroporto da região de Paris, o Roissy-Charles-de-Gaulle, não está a ser afetado por esta paralisação, assim como os centros de navegação aérea que acompanham os aviões já em voo sobre o território francês, assegurou a DGAC.

De acordo com fontes aeroportuárias citadas pela agência France-Presse, estes cancelamentos representaram "25 chegadas e 22 partidas" de aeronaves em Orly, principalmente em rotas domésticas e com países da zona Schengen.

Nas últimas semanas, centenas de milhares de franceses têm se manifestado nas ruas contra a reforma do sistema de pensões proposta pelo Presidente Emmanuel Macron.

A proposta do Governo já está na Assembleia Nacional, mas a ministra Elisabeth Borne já avisou que o aumento da idade da reforma, atualmente nos 62 anos e que pode evoluir para 64 ou mesmo 65, "não é negociável".

Europa

Mais Europa

Patrocinados