Kevin Durant supera Shaq O'Neal entre os melhores marcadores da NBA

21 mar, 09:30
Kevin Durant (AP Photo/Kevin M. Cox)

Neemias Queta ficou de fora de novo triunfo dos Boston Celtics. Em Oklahoma, o líder da Conferência Oeste suou, mas venceu.

O líder da Conferência Este não desarma e encaixou, na madrugada desta quinta-feira, a sétima vitória consecutiva. Falamos, pois claro, dos Boston Celtics, que levaram a melhor sobre os Milwaukee Bucks (122-119), vice-líderes da conferência. Neemias Queta não foi convocado.

O «verdão» de Boston controlou a partida, vencendo a maioria dos quartos (33-28, 36-28 e 32-27). Todavia, os Bucks resgataram energias e ameaçaram a vantagem dos anfitriões, aplicando um derradeiro parcial de 21-36. Uma inversão de momentos que, pela diferença de uma posse de bola, não forçou tempo-extra.

Jayson Tatum foi o homem mais dos Celtics, ao cabo de 31 pontos, oito ressaltos e quatro assistências. Entre os visitantes, Damian Lillard (32 pontos e seis assistências) e Bobby Portis (24 pontos e 15 ressaltos) foram os pilares da reação forasteira.

Assim, os Boston Celtics – que já garantiram a qualificação para os playoffs – arrecadaram a 55.ª vitória em 69 encontros. Por sua vez, os Bucks permanecem no segundo lugar, com 44 triunfos em 69 possíveis, mas vêm os Cleveland Cavaliers à distância de novo desaire.

 

Em todo o caso, e para alívio dos Milwaukee Bucks, os Cavaliers foram derrotados, em casa, pelos Miami Heat (104-107). Num duelo em que o conjunto de Cleveland apenas foi capaz de dominar no derradeiro quarto (29-24), a vantagem contrária foi edificada na primeira parte (30-31 e 27-30), alargada no terceiro quarto (18-22) e selada nos últimos segundos.

À boleia de Jimmy Butler (30 pontos), Terry Rozier (24 pontos) e de Thomas Bryant (seis pontos e 10 ressaltos), os Miami Heat conservaram a – curta – vantagem. Entre os anfitriões, Jarrett Allen (25 pontos e 20 ressaltos) foi insuficiente para operar a reviravolta.

 

Este triunfo permitiu aos Heat aquecer a luta pelo 6.º lugar, o último bilhete de acesso direto aos playoffs. Por agora, o conjunto de Miami é 8.º com 38 vitórias em 69 partidas, em igualdade com os Philadelphia 76ers (7.º), que esta madrugada perderam na visita aos Phoenix Suns (115-102).

Nesse encontro, Kevin Durant anotou, pelos Suns, 22 pontos, superando Shaquille O'Neal e estacionando no oitavo lugar entre os melhores marcadores da história da NBA.

No sexto lugar desta conferência permanecem os Indiana Pacers, com mais uma vitória, mas também mais um jogo disputado. A turma de Indiana, intermitente entre festejos e dissabores, retomou o trilho dos triunfos, às custas dos Detroit Pistons (103-122).

 

Kuminga embala Warriors

Quanto a intermitência, os Golden State Warriors – décimos na Conferência Oeste – aproveitaram a receção aos Memphis Grizzlies (13.º) para consolidar a posição na tabela e pressionar os Los Angeles Lakers (9.º).

Apesar da organização apresentada pelos visitantes no quarto inaugural (33-32), o aparente equilíbrio foi momentâneo, pelo que o encontro assumiu um só sentido (35-26, 40-32, 29-26).

Na noite do congolês Jonathan Kuminga (26 pontos) e do canadiano Andrew Wiggins (22 pontos e 10 ressaltos), os Warriors venceram por 137-116. Entre os visitantes, as prestações de Gregory Jackson (35 pontos), Jaren Jackson (28 pontos) e do espanhol Santi Aldama (27 pontos e nove ressaltos) foram «curtas» para almejar um desfecho diferente.

Assim, os Warriors estão a uma vitória de igualar os Lakers, que levam uma partida a mais. Steph Curry e companhia anotam 36 triunfos em 68 possíveis.

 

City Thunder suou para dobrar Utah Jazz

A fechar, o líder da Conferência Oeste também segue intocável, anotando a terceira vitória consecutiva. Isto porque os Oklahoma City Thunder triunfaram na receção aos Utah Jazz (12.º), por 119-107.

De parada e resposta, os visitantes arrecadaram a vantagem ao intervalo, aplicando um parcial de 22-29, depois do quarto inaugural de 31-25. Reatado o encontro, os City Thunder arrecadaram a dianteira do marcador, ao sabor do parcial de 29-26.

Quando se aguardava por nova investida dos Utah Jazz, foi então que os líderes da conferência deram a estocada final, com o quarto quarto fixado em 37-27.

O triunfo do conjunto de Oklahoma foi possível graças às exibições de Chet Holmgren (35 pontos e 14 ressaltos), Gilgeous-Alexander (31 pontos) e do australiano Josh Giddey (cinco pontos, 11 ressaltos e oito assistências). Entre os visitantes, menção honrosa para Collin Sexton (25 pontos e sete assistências).

As contas são simples de fazer. Os Oklahoma City Thunder lideram a Conferência Oeste, com 48 vitórias em 68 possíveis. Ainda que empatados com os Denver Nuggets, os City Thunder guardam uma partida a menos.

 

Outros resultados:

Portland Trail Blazers 103-116 Los Angeles Clippers

Toronto Raptors 89-123 Sacramento Kings

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados