"Perdêmo-la para a doença mental". Filha de Naomi Judd revela como encontrou a mãe

CNN , Lisa Respers France
14 mai, 23:00
Naomi Judd e Ashley Judd (AP)

Ashley Judd explicou que a mãe usou uma arma para pôr termo à vida

Ashley Judd e a família queriam avançar a notícia da morte de Naomi Judd.

A filha mais nova deu uma entrevista a Diane Sawyer, que foi para o ar esta quinta-feira no "Good Morning America". Disse que a família tinha concordado que fosse ela a partilhar a causa da morte da mãe.

"Ela usou uma arma", disse Ashley Judd. "Uma arma de fogo. Portanto, esta é a informação que partilhamos com muito desconforto." Ela e a irmã, Wynonna Judd, anunciaram a 30 de abril que tinham perdido a mãe "para a doença mental". Tinha 76 anos.

Ashley Judd disse que ela e a família querem chamar a atenção para as doenças mentais, explicando que é "importante fazer a distinção entre o ente querido e a doença".

Judd disse que a família relutantemente partilhou a causa da morte antes que se tornasse pública de outra forma. Revelou ainda que foi ela que encontrou a mãe, que se tinha pronunciado sobre a sua luta contra a depressão, após o sucedido.

"Tenho tanto o luto como o trauma por tê-la encontrado", disse Judd, que começou a entrevista por agradecer a todos o apoio que ela e a família receberam na sequência da morte.

A matriarca morreu um dia antes de ela e a filha Wynonna, que compunham a dupla de música Country The Judds, serem incluídas no Corredor da Fama da Música Country.

Ashley Judd disse que a mãe "não conseguiu aguentar" para ser reconhecida pelos seus pares.

"Este é o nível de catástrofe do que se passava dentro dela", disse Judd. "Porque a barreira entre a consideração que tinham para com ela não foi capaz de penetrar no seu coração, e a mentira que a doença lhe contava era muito convincente.”

As irmãs Judd estiveram presentes na cerimónia e homenagearam a mãe. A CMT vai transmitir um memorial televisivo em honra de Judd no domingo.

Caso se sinta mal, como obter ajuda:

Em Portugal, contacte o Serviço de Saúde Mental do Hospital da sua região – AdultosInfância e Adolescência. A linha SNS24 (808 242424 e www.sns24.gov.pt) e o 112 também estão disponíveis. Entre em contacto através das Linhas de Crise e da Linha de Aconselhamento Psicológico. Para mais informações, consulte o Plano Nacional de Prevenção do Suicídio.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Música

Mais Música

Patrocinados