Mais do que amigos, família. Como o elenco de Friends se despediu de Matthew Perry

30 out 2023, 23:06
Friends

Principais estrelas da série não esquecem os dez anos de muito humor com o ator

“Éramos mais do que companheiros de cena. Éramos famílias”. Mesmo passado dois dias da notícia da morte de Matthew Perry, o elenco da série de “Friends” ainda chora a morte do eterno Chandler Bing.

Num testemunho obtido em exclusivo pela revista PEOPLE, Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc e David Schwimmer lamentaram a perda do colega e amigo. “Estamos tão devastados pela perda do Matthew. Éramos mais do que companheiros de cena. Éramos família”, lê-se no comunicado.

“Há tanto para dizer, mas agora vamos tirar um momento de luto e processar esta perda”, acrescentam, prometendo dizer mais coisas no futuro, quando assim for possível.

Por agora, os “amigos” preferem centrar os seus “pensamentos e amor na família do Matty, nos seus amigos, e em todos os que gostavam dele em todo o mundo”.

Com Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc e David Schwimmer, Matthew Perry passou 10 anos com o elenco de “Friends”, no papel de um perfeito Chandler Bing, que lhe valeu a nomeação para um Emmy, em 2002.

O testemunho dos atores segue-se à mensagem dos criadores da série. Marta Kauffman e David Crane, bem como o produtor Kevin Bright, confessaram estar “chocados e profundamente tristes” pela morte de Matthew Perry.

O ator, que tinha 54 anos, foi encontrado morto na sua casa, na cidade de Los Angeles, sendo que a polícia referiu que o corpo estava no jacuzzi. Não há sinais de crime, mas a polícia está a investigar o caso.

Um porta-voz da polícia de Los Angeles referiu que vários agentes foram destacados para casa de Matthew Perry, depois de ter sido confirmada a morte de uma pessoa no local.

Os agentes, bem como as equipas médicas, foram chamados ao local para responder a um episódio de paragem cardíaca.

À parte da grande carreira televisiva, Matthew Perry teve sempre uma vida complicada, nomeadamente com algumas dependências. No seu livro de memórias, “Friends, Lovers, and the Big Terrible Thing”, publicado em 2022, o ator lembrou a luta contra o álcool e os opiáceos, o que o levou a sucessivos internamentos para reabilitação, além de vários problemas de saúde.

Em 2018, por exemplo, teve um problema no cólon que o deixou, segundo o próprio, com apenas 2% de chances de sobreviver.

Relacionados

Séries

Mais Séries

Mais Lidas

Patrocinados