Desp. Chaves: Moreno admite defesa com três centrais para a receção ao Rio Ave

20 jan, 15:45
Moreno no Estoril-Desp. Chaves (RODRIGO ANTUNES/Lusa)

Treinador dos flavienses dá o mote para uma segunda volta de fuga à lanterna vermelha

Começar a segunda volta da Liga com um triunfo «muito importante». Este é o desejo do treinador do Desp. Chaves para a receção ao Rio Ave, a contar para a 18.ª jornada.

O lanterna-vermelha, comandado por Moreno, recebe o antepenúltimo classificado, quando a diferença é, somente, de quatro pontos. Em todo o caso, o timoneiro dos transmontanos alivia a pressão dos seus pupilos.

«Irem para dentro do campo condicionados ou com essa pressão extra de perceber que é um jogo, realmente, muito importante, pode condicioná-los naquilo que é o rendimento», começou por dizer Moreno, na antevisão ao encontro.

Em todo o caso, o técnico não esconde que pequenos passos em jornadas como esta poderá aproximar o Desp. Chaves do «grande objetivo final». Além disso, Moreno admite que poderá  «voltar a defender com uma linha de três [centrais], e, sem bola, [com] uma linha de cinco».

Os flavienses não contam com os lesionados Pedro Pinho e Habib Sylla, nem com os internacionais Bruno Langa e Guima, ao serviço de Moçambique na CAN 2023.

«Olharmos para nós e acreditamos naquilo que podemos e devemos fazer, a perceber que, do outro lado, há um bom Rio Ave, claramente com boa saída de bola, com qualidade no momento com bola, atletas individuais muito interessantes», sublinhou Moreno.

O Desp. Chaves, 18.º e último classificado, leva 11 pontos. Por sua vez, o Rio Ave é 16.º, com 15 pontos. O encontro está agendado para este domingo, às 18h. O apito estará entregue a Fábio Melo, da associação do Porto.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados