Direção do Desp. Aves pede destituição da SAD em tribunal

23 jul 2020, 11:05
Aves-V. Setúbal

Clube move ação contra Wei Zhao e Estrela Costa; ambos da Galaxy Believers, empresa que gere o futebol profissional

A direção do Desp.Aves deu entrada em tribunal de uma ação judicial a pedir a destituição dos órgãos sociais da SAD. No processo, o clube solicita a destituição de Wei Zhao, presidente da SAD, e de Estrela Costa, gestora do futebol profissional, ambos acionistas da empresa «Galaxy Believers», que detém a sociedade.

Este diferendo entre SAD e direção acentuou-se após a discórdia quanto à participação no jogo frente ao Benfica. A SAD afirmou que os avenses não iam a jogo por terem expirado as apólices de seguro de jogadores e equipa técnica e a direção do clube trabalharam para que a partida se realizasse, o que acabou por acontecer.

Com os salários em atraso, foram já nove os jogadores do Desp. Aves que rescindiram os seus contratos de forma unilateral. A SAD chegou a anunciar que a equipa não iria a jogo frente ao Portimonense, na última jornada, tendo entretanto a direção do clube presidido por António Freitas já garantido a presença. Caso contrário, os avenses, já despromovidos à II Liga, corriam o risco de descerem administrativamente aos campeonatos distritais e serem excluídos das competições profissionais entre seis e dez anos. 

Desp. Aves e Portimonense encontram-se este domingo às 19h30, em jogo fundamental para as contas do emblema algarvio.

 

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados