«Último lugar diz muito pouco em relação à qualidade do Desp. Chaves»

16 fev, 15:42
Boavista-Estoril (MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA)

Ricardo Paiva deixou elogios aos flavienses e destacou a importância de trabalhar sobre triunfos

O Desportivo de Chaves vai exigir o melhor do Boavista, antecipou Ricardo Paiva. O técnico aproveitou para salientar as dificuldades que os axadrezados vão ter no caminho que ainda falta percorrer, mas que o triunfo frente ao Estoril trouxe ânimo ao plantel.

«Trabalhar sobre triunfos é sempre melhor, mas o nosso plano não se alterou em nada, porque o percurso continuará a ser complicado, e estamos muito conscientes da missão difícil que temos. Não só porque ainda há muita coisa pela frente, como agora espera-nos um jogo de elevado grau de dificuldade, pelo que é obrigatório trabalhar com a mesma seriedade e empenho», referiu, em conferência de imprensa.

Em relação aos transmontanos, que ocupam o último lugar da classificação, Ricardo Paiva disse que a tabela classificativa não espelha em nada a qualidade da equipa de Moreno.

«O último lugar do Chaves diz muito pouco em relação à qualidade do seu plantel e até ao final da época muita coisa se vai alterar. O nosso adversário reforçou-se bem no mercado de inverno. É uma equipa com muitas soluções, experiência e qualidade, mas que nos últimos jogos não conseguiu traduzir em pontos tudo o que fez por detalhes, pelo que preparamos o jogo com a máxima seriedade a contar com estes fatores todos e sabendo que o Chaves vai exigir o melhor de nó», salientou.

Ricardo Paiva fez ainda uma análise ao rendimento do Boavista no jogo com o Estoril, ao que esteve mal e trouxe alguma intranquilidade ao grupo.

«Fazemos sempre uma análise aos jogos e ao que motivou uma perda de rendimento. Essa situação deveu-se ao golo sofrido, que mexeu um bocado com as cabeças. Mas ficou depois uma boa imagem e uma situação controlada da nossa parte. Tem a ver com índices de concentração e disponibilidade», frisou ainda.

O Boavista joga em Chaves este sábado, às 15h30, numa partida da 22.ª ronda da Liga. 

Relacionados

Patrocinados