Alemanha
13'
0 - 0
Hungria

Liga Europa: Sporting-Raków, 2-1 (destaques)

Ricardo Gouveia , Estádio de Alvalade
9 nov 2023, 22:34
Paulinho, Nuno Santos e Marcus Edwards festejam o 1-0 no Sporting-Raków (MIGUEL A. LOPES/Lusa)

Onze metros para Pote, trinta para Edwards

Momento: penálti e expulsão aos 13 minutos

Um lance aparentemente inofensivo acabou por condicionar o jogo desde muito cedo esta noite. Um lance em que Pote destacou St. Juste na área e o central foi agarrado ostensivamente por Racovitan. Em cima do lance, o árbitro mandou seguir, mas, depois de alertado pelo VAR, acabou por ir ver as imagens e mudou de opinião. Apontou para a marca dos onze metros e expulsou o central do Raków, Na Polónia foi Gyökeres que foi expulso, também muito cedo, mas desta vez foram os polacos que ficaram reduzidos a dez.

Figura: Edwards a marcar pontos para o dérbi

O avançado inglês ganhou moral com a segunda parte que realizou frente ao Estrela, numa exibição carimbada com um grande golo e, esta noite, voltou a ser o avançado mais irrequieto no ataque dos leões, provocando desequilíbrios em todos os setores do ataque. Já tinha sido um dos melhores na primeira parte, vindo muitas vezes da ala para o interior da área e, num desses lances, até esteve muito perto de marcar um golo parecido com o que marcou ao Estrela, entrando em drible na área, antes de rematar à figura de Kovacevic, quando tinha Paulinho à espera para encostar. O número 10 dos leões acabou por ser decisivo neste jogo ao «arrancar» a segunda penalidade do jogo, com um cruzamento que foi cortado por Rundic com o braço. Esteve ainda perto do terceiro golo dos leões com um chapéu que Kovacevic impediu com a ponta dos dedos.

Outros destaques: confira a FICHA DO JOGO

Pedro Gonçalves

Voltou a jogar mais recuado, no meio-campo, ao lado de Daniel Bragança, mas mesmo mais longe da baliza, conseguiu espalhar magia. O passe para o lance que resultou no primeiro penálti é apenas um exemplo de muitos outros protagonizados pelo número 8. Nos lances dos dois penáltis, esteve irrepreensível. No primeiro atirou colocado e Kovacevic praticamente não se mexeu. Paulinho queria marcar o segundo, mas voltou a ser Pedro Gonçalves, desta vez mais em força, mas novamente sem hipóteses de defesa para o guarda-redes polaco. Foi dos primeiros a ser poupado por Amorim para o dérbi.

Adán

Fez subir as pulsações dos adeptos num lance na primeira parte que, depois de um mau atraso de Gonçalo Inácio, driblou um avançado do Raków e saiu a jogar. Saiu-lhe bem e acabou aplaudido, mas não deixou de ser muito arriscado. No lance do golo, ainda conseguiu suster o primeiro remate de Cebula, mas já não teve tempo para travar a recarga de Rundic.

Daniel Bragança

Mais um bom jogo do médio, um dos mais rematadores neste jogo, aproveitando a ausência de marcação na zona intermediária para tentar marcar de fora da área, como fez frente ao Estrela. Já tinha tentado marcar na primeira parte e voltou a tentar, na etapa final do jogo, com dois remates que não passaram muito longe da baliza de Kovacevic. Além disso, Bragança esteve muito bem na gestão da posse de bola dos leões, com destaque para um grande passe para Trincão que quase resultou em golo e outro para Edwards desenhar um chapéu.

Tiago Ferreira

Estreia pela equipa principal do Sporting, aos 21 anos, e logo na Liga Europa. Entrou a vinte minutos do final, mesmo antes do golo do Raków, e integrou muito bem o ataque dos leões, com um remate e duas boas investidas.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados