FC Porto sai da Champions com mais 63,5 milhões nos cofres

12 mar, 23:50
Arsenal-FC Porto (EPA/NEIL HALL)

Qualificação para os quartos de final teria dado mais 10,6 milhões

Eliminado esta terça-feira, nos penáltis, em casa do Arsenal, o FC Porto despediu-se dos oitavos de final da Liga dos Campeões com 63,5 milhões de euros [63.569.947] arrecadados.

Caso avançasse aos «quartos», a equipa portista teria superado os 73,7 milhões de euros de receitas que arrecadou na temporada de 2020/21, isto porque a qualificação valia mais 10,6 milhões, ou seja, os dragões poderiam ter superado a fasquia dos 74 milhões. Essa seria a segunda maior receita da história dos azuis e brancos.

FC Porto no sétimo lugar do ranking dos milhões da Champions

A entrada direta para a fase de grupos proporcionou 15,6 milhões de euros aos cofres do Dragão, aos quais juntaram-se mais 26,1 milhões pelo coeficiente a dez anos. As quatro vitórias na fase de grupos proporcionaram mais 11,2 milhões (2,8 milhões por cada vitória, 980 mil por cada empate) e o apuramento para os oitavos de final mais 9,6 milhões.

Tudo somado, o FC Porto arrecadou 63.569.947 milhões, valor que fica apenas atrás das temporadas de 2018/19 (80,7ME) e 2020/21 (73,7ME), em que o FC Porto chegou aos quartos de final.

A estes valores há ainda a acrescentar os valores referentes ao market pool, proporcionado pelas receitas das transmissões televisivas, que é apenas atribuído no final da temporada.

Relacionados

Patrocinados