Champions: Inter-Atlético Madrid, 1-0 (crónica)

20 fev, 22:09

Arnautovic confirmou domínio «nerazzurro» e soltou euforia no Giuseppe Meazza

«Tanto bate até que fura». Diz o povo, e tem razão. Assim foi em Milão, onde, na noite desta terça-feira, o Inter venceu, por 1-0, o Atlético Madrid, em encontro da primeira mão dos «oitavos» da Liga dos Campeões. No Giuseppe Meazza – fundado em 1926 – o duelo entre (os sempre calculistas) Inzaghi e Simeone, que outrora partilharam balneário na Lazio, apenas tomou proporções de Champions ao fim de quase 40 minutos.

Numa primeira parte «morna» – para não dizer desinteressante – apenas Samuel Lino ameaçou o golo para o Atlético, aos 13m. Entre passes precipitados e iniciativas ofensivas desprovidas de discernimento, escasseavam as oportunidades de golo, de parte a parte.

Até aos 37m, Witsel foi imperador na linha recuada dos «colchoneros», contrariando as investidas do Inter, que insistia em cruzamentos e em passes nas costas da defesa contrária.

Na reta final do primeiro tempo, Lautaro Martínez abriu, por fim, o livro. O capitão dos «nerazzurri» assinou o primeiro remate enquadrado, de cabeça, aos 37m. Pouco depois, aos 39m, e após combinação com Thuram, o argentino voltou a visar a balizar de Oblak. Contudo, desta feita, o esférico «morreu» na muralha montada por Giménez.

Em cima do apito para o recolher aos balneários, Thuram ensaiou uma oportunidade de golo, mas o remate saiu fraco. Pior, o avançado francês saiu lesionado do lance, sendo rendido ao intervalo por Arnautovic.

Veja, na galeria associada, as melhores imagens desta partida.

Do inferno ao céu «nerazzurro»

Ainda que Simeone tenha lançado Savic ao intervalo, em detrimento de Giménez, o domínio do Inter continuou a crescer, com jogadas pragmáticas, com variações de flanco e, geralmente, na procura de Arnautovic, uma vez que Lautaro Martínez funcionava como elo com o meio-campo. Todavia, o avançado austríaco levou a casa do Inter ao desespero, com perdidas aos 49m e aos 63m. Oblak foi suficiente para «intimidar» o avançado.

Porém, para redenção de Arnautovic, o 1-0 surgiu, aos 79m. Quando o Atlético Madrid era já uma equipa remetida à respetiva área, o avançado marcou após um raro erro dos comandados de Simeone. A «prenda» a meio-campo foi recebida por Lautaro Martínez, que disparou em direção a Oblak. O esloveno travou, uma vez mais, o argentino, mas face à recarga de Arnautovic, o guardião – que até ganhou asas – nada podia fazer. Foi o culminar de um Giuseppe Meazza há muito em efervescência. As lágrimas dos adeptos podiam correr, por fim.

Até ao derradeiro apito, somente Samuel Lino ameaçou o empate, mas o Inter guardou a vantagem mínima, numa eliminatória que será decidida na noite de 13 de março, em Madrid.

Reveja, aqui, a história deste jogo!

Esta foi a nona vitória consecutiva da turma de Inzaghi e o 11.º jogo sem conhecer o sabor da derrota. Agora, o líder da Serie A centra atenções na visita à Lecce, na tarde de domingo.

Por sua vez, o Atlético Madrid volta às derrotas, depois de uma goleada sobre o Las Palmas. De lembrar que essa foi a única vitória em quatro partidas. No fim de semana, os «colchoneros», quartos classificados da La Liga, visitam o lanterna vermelha Almería, de Luís Maximiano.

IMAGENS VÍDEO: TVI/ELEVEN NA DAZN

Relacionados

Champions

Mais Champions

Mais Lidas

Patrocinados