O que faria com 1.900 milhões de euros? Apostadores da lotaria tentam ganhar ‘jackpot’ inédito nos EUA

Agência Lusa , BCE
8 nov, 00:41
Apostadores da lotaria tentam ganhar ‘jackpot’ inédito de 1.900 milhões de dólares (AP Photo/Rich Pedroncelli)

O facto de já terem decorrido 40 sorteios sem um vencedor, leva a questionar se há algo de errado, mas o jogo é projetado desta forma

Milhões de apostadores na lotaria nos Estados Unidos vão tentar novamente a sua sorte esta segunda-feira à noite, na esperança de conquistar o ‘jackpot’ inédito da Powerball, estimado em 1.900 milhões de dólares (à atual taxa de câmbio, o prémio em dólares é semelhante no valor em euros).

Este ‘jackpot’ é quase 400 milhões de dólares superior ao recorde anterior e continuará a crescer até que alguém o conquiste, noticiou a agência AP.

Apenas quatro apostadores anteriores conquistaram prémios de 1.000 milhões de dólares, mas nenhum ficou perto do prémio atual, que começou em 20 milhões de dólares em 6 de agosto e ao longo de três meses sem vitórias cresceu cada vez mais.

O vencedor que opte por um pagamento único receberá cerca de 929,1 milhões de dólares, enquanto se preferir receber anualmente, ao longo de 29 anos, recolherá os 1.900 milhões de dólares.

Mesmo que mais pessoas sejam atraídas a jogar, devido ao gigante prémio, gastando dois dólares em cada bilhete da Poweball, as difíceis probabilidades de vitória, de um em 292,2 milhões, significam que ainda há uma boa hipótese de ser realizado mais um sorteio sem que saia o ‘jackpot’.

Neste caso, o ‘jackpot’ do sorteio de quarta-feira seria superior a 2.000 milhões de dólares.

O facto de já terem decorrido 40 sorteios sem um vencedor, leva a questionar se há algo de errado. Mas o jogo é projetado desta forma, com probabilidades de um em 292 milhões, para que seja difícil sair a alguém até que um valor elevado atraia mais apostadores.

Maiores vendas significam também que a lotaria arrecada mais dinheiro para programas públicos, um dos objetivos deste tipo de jogos.

De qualquer forma, sem um vencedor esta segunda-feira à noite será atingido um novo recorde de 41 sorteios sem que alguém acerte os seis números.

No início deste ‘jackpot’, nos 20 milhões de dólares, os apostadores compraram bilhetes suficientes para cobrir perto de 10% das combinações possíveis, valor que subiu para 62% no sábado à noite.

No entanto, esta percentagem é ainda inferior aos 88,6% alcançados no ‘jackpot’ recorde anterior em 2016. Ou seja, esta segunda-feira, se 38% das combinações de números possíveis não forem cobertas, há uma boa hipótese de não haver um vencedor.

Tal como o Euromilhões na Europa, ou o Totoloto em Portugal, os jogadores podem escolher os números, mas a grande maioria deixa a sorte nas mãos da máquina.

Os vencedores da Powerball têm de decidir se querem receber o valor, inferior ao total, todo de uma vez, ou se recebem o total ao longo de 29 anos.

De qualquer das formas, os impostos federais são aplicados sobre o valor, diminuindo o prémio em mais de um terço. Muitos estados norte-americanos taxam os ganhos da lotaria, afetando também o valor final.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados