Seis barras marítimas fechadas e três condicionadas devido à agitação marítima

Agência Lusa , DCT
13 jan, 08:42
Agitação marítima (Lusa)

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Seis barras marítimas estão fechadas à navegação no Continente e Açores e três estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima, o que levou o instituto do mar e da atmosfera a colocar o distrito de Faro sob aviso amarelo.

De acordo com a Autoridade Marítima Nacional (ANM), as barras do Portinho da Ericeira, no centro do país, e de Alvor e Lagos, na zona sul, estão hoje fechadas a toda a navegação, assim como as barras de Santa Cruz das Flores, das Lajes das Flores e de Porto da Casa, na ilha do Corvo, nos Açores.

Já as barras de Esposende, Póvoa de Varzim e Vila do Conde estão condicionadas: Em Esposende, a barra está limitada a embarcações de calado superior a 0,3 metros e apenas entre três horas antes e até três horas após a preia-mar, enquanto em Vila do Conde as embarcações com calado superior a dois metros apenas podem praticar a barra entre duas horas antes e duas horas após a preia–mar.

Na Póvoa de Varzim, as embarcações de calado superior a dois metros devem praticar a barra apenas no período compreendido entre duas horas antes e até duas horas após a preia-mar, sendo que a ANM aconselha “especial cuidado” devido ao estado de assoreamento da barra.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou o distrito de Faro sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte.

A costa sul do Algarve está sob aviso amarelo pelo menos até às 18:00 de hoje devido à previsão de ondas de sudeste com dois a 2,5 metros.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados